Solidariedade da Sorte


        Por: Fernando Daguano/TV TEM Por: Redação BNews

Uma mulher de 38 anos foi brutalmente agredida por um cliente do estabelecimento onde trabalha, após pedir para o homem colocar a máscara. O crime aconteceu no município de Plamares Paulista, em São Paulo. De acordo com o G1, a vítima recebeu uma rasteira, chute no braço e uma joelhada no rosto, e precisou ser encaminhada a um hospital da região, onde passou por cirurgia. O suspeito das agressões já foi liberado.

Adriana Araújo da Silva chegou a ter o braço quebrado pelo agressor que chegou à padaria onde ela trabalha na última sexta-feira (11) com a máscara na altura do queixo e acabou se exaltando depois de ser chamado atenção para que o Equipamento de Proteção Individual (EPI) fosse utilizado corretamente.

Insatisfeito, o homem teria invadido a área onde ficam os funcionários para atar Adriana que ainda tentou correr das agressões, mas foi surpreendida com uma rasteira e um chute em um dos braços. Apesar da tentativa, a vítima foi perseguida pelo homem que ao alcança-la, a agrediu com uma joelhada no rosto.

Na ocasião, dono do estabelecimento também foi agredido pelo suspeito que revoltou os populares, responsáveis por acionar a Polícia Militar para atender a ocorrência.

O suspeito foi encaminhado para o pronto-socorro e, posteriormente, à delegacia, onde precisou ser medicado em razão do seu nervosismo, mas logo em seguida foi liberado na presença do advogado, sem prestar depoimento ao delegado de plantão.

Fonte: BNews

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA