Solidariedade da Sorte

            (Divulgação)

Um casal foi achado morto a tiros em um apartamento no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro, na noite da quinta-feira (24). A polícia suspeita que o homem, que era policial, matou a mulher e depois se suicidou. O filho de 12 anos foi testemunha e chegou a pedir socorro tentando salvar a mãe.

Segundo a Globo, os bombeiros foram chamados para a casa às 22h12. Quando chegaram, Ulisses Carlos Pourchet, 45 anos, e Janaína Pourchet, 44, já estavam sem vida. Os corpos passarão por perícia.

Duas testemunhas já foram ouvidas: o porteiro e um morador do mesmo prédio. Familiares também serão chamados para depor na Delegacia de Homicídios.

A cunhada de Janaína, Letícia Souza, disse ao Uol que a morte do casal foi um susto para os parentes. Ela afirma que Janaína era "feliz, alegre e de Deus, muito boa filha, muito boa mãe, muito boa esposa, uma pessoa de luz". Letícia é casada com o irmão da vítima.

A família não tinha conhecimento de problemas entre os dois, acrescentou, afirmando que pareciam viver um casamento estável.

Fonte: Correio

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA