Solidariedade da Sorte

                        Por: Victor Pinto/Bnews Por: Victor Pinto* e Lara Curcino

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), detalhou ao BNews, nesta quinta-feira (6), a sua reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). De acordo com ele, os dois trataram no encontro apenas do Auxílio Emergencial.

“Tratei exclusivamente sobre o auxílio. Ele acredita que o benefício deve voltar a ser de R$ 600, seja com o aumento da emissão de moedas, o gasto de recursos dos fundos que estão contingenciados ou o uso das reservas internacionais que o país tem. Eu tenho dúvidas do impacto dessas medidas na inflação, mas o ouvi, como ouço a todos, porque acho que o diálogo é o melhor caminho”, contou Ramos.

O parlamentar também criticou a gestão do presidente Jair Bolsonaro e sua equipe durante a pandemia de coronavírus. “Eu acho que o governo Bolsonaro tem um problema de origem, porque negou a gravidade da pandemia, minimizou a eficiência da vacina e todo o resto é consequência disso. Quando você nega a gravidade do problema, a chance de errar na condução dele é enorme”, comentou ele.

Sobre a CPI da Covid, que ocorre no Senado, o deputado acredita que vai ter resultado “se tiver como foco salvar vidas. “No atual momento, é menos importante apurar responsabilidade e mais importante criar mecanismos e um protocolo que garanta a aceleração do processo de aplicação das vacinas, além da garantia de oxigênio e de kits de intubação”, opinou.

*O editor de política do BNews viajou para Brasília para a cobertura especial da CPI da Covid

Fonte: BNews

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO COVID

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA