Solidariedade da Sorte


      Foto: Agência Brasil

A Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória (MP) que prevê o aumento do salário mínimo de R$ 1.045 para R$ 1.100. Trata-se de um aumento de 5,26% (R$ 55) em relação ao valor do ano passado.

Aprovada na noite de quarta-feira (26), o texto segue para análise no Senado. Depois, segue para sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Alguns deputados reclamaram do reajuste fixado pelo governo. Para eles, o aumento não contempla a escalada da inflação e da crise econômica gerada pela pandemia.

“Sabemos que é importante qualquer reajuste que seja, embora seja indigno no mesmo momento que a inflação está descontrolada, que aumenta o desemprego, que há insegurança alimentar da população, a contrapartida seja um aumento de apenas 5% [no salário]”, disse Tadeu Alencar (PSB-PE).

O valor proposto pelo governo para este ano corresponde à variação de 5,22% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), no período de janeiro a dezembro de 2020.

O INPC apura a inflação mensal das famílias com renda de um a cinco salários-mínimos. Como os preços subiram neste ano, as projeções do governo mudaram. Na proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) havia sido sugerido um mínimo de R$ 1.088.

Fonte: Bahia. Ba

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO TEMPO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA