Solidariedade da Sorte

 

Foto: Divulgação/Segway

A Xiaomi apresentou seu novo modelo de moto elétrica apostando no visual futurista, com rodas que parecem flutuar. Mas novidade mesmo está no motor híbrido — elétrico e a hidrogênio — feito para aposentar as tomadas de carregamento.

A Segway APEX H2, vendida por US$ 10.700 (cerca de R$ 59,7 mil), é a primeira motocicleta híbrida a entrar no mercado e, apesar de ser um protótipo, já está disponível para reserva no site da Segway, montadora de veículos elétricos adquirida pela Xiaomi em 2015.

O motor faz 1 quilômetro por 1 grama de hidrogênio e a alcança 150 km/h. A moto não tem plugue elétrico como as demais do segmento, e para abastecer, é preciso recarregar o cilindro ou trocá-lo por um cheio.

A aposentadoria do plugue de carregamento pode ser um problema, principalmente para viagens longas, já que não é em qualquer lugar que é possível abastecer os cilindros de hidrogênio. E caso o motorista queira levar os cilindros reservas, vai ter um problema para carregá-los consigo.

Mas a Xiaomi tem tempo para pensar em soluções até que os veículos estejam nas ruas. O primeiro deve ser entregue em 2023. As reservas estão disponíveis desde o dia 1º de abril e permanecem pelo menos até o dia 30 deste mês. Mas, por enquanto, apenas para a China.

Fonte: CNN


Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA