Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA
 Vida Bruno tirou foto no restaurante que denunciou por agressão antes da confusão em Salvador — Foto: Arquivo Pessoal

O historiador e coordenador de políticas para cidadania LGBT de Salvador, Vida Bruno, morreu nesta terça-feira (6), na capital baiana. Não há detalhes da causa da morte.

Vida Bruno estava internado na capital baiana há cerca de dois meses, conforme informou o Secretário Municipal da Saúde (SMS), Léo Prates, em uma publicação nas redes sociais. Também não há detalhes das causas da internação.

De acordo com a prefeitura de Salvador, homem trans, historiador e militante em defesa da cidadania e direitos humanos, Vida Bruno foi um dos participantes da criação do Centro Municipal de Referência LGBT, vinculado à Semur, tornando-se coordenador do serviço desde o início das atividades, em 2016. Bruno foi, ainda, um dos principais colaboradores municipais na elaboração de políticas públicas para a população LGBTI+ na capital baiana.

Em 2020, o historiador denunciou donos de um restaurante em Salvador por agressão e transfobia. O caso viralizou nas redes sociais após a denúncia de Bruno.

Repercussão

Prefeitura de Salvador, por meio de nota

A Prefeitura de Salvador lamenta e se solidariza com a família do coordenador de Políticas e Promoção da Cidadania LGBTI+, Vida Bruno, que faleceu nesta terça-feira, na capital baiana. Homem trans, historiador e militante em defesa da cidadania e direitos humanos, foi um dos participantes da criação do Centro Municipal de Referência LGBT, vinculado à Secretaria Municipal da Reparação (Semur), tornando-se coordenador do serviço desde o início das atividades, em 2016. Bruno foi, ainda, um dos principais colaboradores municipais na elaboração de políticas públicas para a população LGBTI+ na capital baiana.

Leo Prates, secretário de Saúde de Salvador

"Essa tarde recebi uma notícia muito triste. Depois de 2 meses internado, Vida Bruno veio a falecer. Nos conhecemos há muito tempo, e pudemos trabalhar juntos durante minha passagem pela CMS e SEMPRE. A luta LGBTQIA+ perde um importante representante, e nós perdemos um grande amigo. Meus sinceros sentimentos à família nesse momento tão difícil."

Fabíola Mansur, deputada estadual

"Lamentamos profundamente o falecimento do professor, historiador e atual coordenador de Políticas e Promoção da Cidadania LGBT da Prefeitura Municipal de Salvador, Vida Bruno. Vida Bruno, que também foi ex-assessor do nosso mandato, sempre foi muito atuante na defesa da causa LGBT e ajudou na construção de políticas públicas em prol do segmento. Sua luta foi necessária e jamais será esquecida. Me solidarizo com os familiares e amigos. Descanse em paz."

Marta Rodrigues, vereadora de Salvador

"Grande perda! Vida Bruno foi um nome que muito contribuiu na luta pelos direitos LGBTQIA+, para a criação de políticas públicas, pela valorização e respeito à diversidade a contra a intolerância de gênero. Meus sentimentos à família e amigos, muita serenidade neste momento tão difícil."

Fonte: G1 Bahia

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO EMBASA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA