Solidariedade da Sorte


Há um ano e seis meses, a doméstica Maria Cristina Souza Matos, 47 anos, residente à Rua José Pedro da Silva, na cidade de Várzea Nova, vive dias de intenso sofrimento.

Toda tragédia começou na noite do dia 11 de setembro de 2019, quando Maria Cristina, juntamente com a sua filha Daniela Matos Bahia, retornava da cidade de Rui Barbosa, onde havia passado por uma cirurgia no pé. Ela, a filha, e mais duas outras pessoas, eram transportadas por um veículo da Secretaria Municipal de Saúde quando, já bem próximo ao destino final, num local conhecido como “Banca de Odak”, na BA-144 que liga Várzea Nova a Morro do Chapéu, o carro da prefeitura acabou se chocando contra um cavalo, saindo da pista e capotando várias vezes. O animal morreu instantaneamente, enquanto as quatro vítimas foram socorridas para o Hospital Regional de Irecê.


Apesar da gravidade do acidente, os demais ocupantes do veículo da Prefeitura conseguiram se recuperar, porém, quem sofreu as maiores sequelas foi a doméstica Maria Cristina, que não conseguiu restabelecer a sua vida normal e, desde então, passou a depender da ajuda da família.

                                 Maria Cristina, vítima de descaso em Várzea Nova

No início, segundo relato da família, a Prefeitura de Várzea Nova se comprometeu a dar assistência a Maria Cristina, inclusive com a ajuda de medicamentos e uma ajuda de custo. Entretanto, apesar da situação de dependência da Maria Cristina, o prefeito João Herbert de Souza Araújo (PSL), conhecido como Joãozinho, decidiu suspender o auxílio.

A família recorreu à Justiça, sendo decidido a concessão de um salário mínimo durante três meses, mas, o Município recorreu da decisão judicial, e a situação da doméstica se agravou ainda mais, faltando até a alimentação básica.

Veja abaixo o relato emocionante de Carla Matos, sobrinha de dona Maria Cristina ao programa “Que Venha o Povo”, com Casimiro Neto, na TV Aratu:


Fonte: Jacobina 24 Horas

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA