Solidariedade da Sorte


                        Por: Dinaldo Silva/Arquivo BNews Por: Redação BNews

A cidade fundada em 1549, quando Tomé de Souza desembarcou no Porto da Barra, não imaginou que não pudesse lotar as ruas mais uma vez. Nesta segunda-feira (29), Salvador completa 472 anos sendo obrigada, novamente, a ser contemplada pelas janelas, por causa da pandemia do coronavírus.

De acordo com dados da prefeitura de Salvador, até a noite de domingo (28), 4.654 pessoas perderam a vida para a covid-19 na capital baiana. Outras 165.863 pessoas foram contaminadas pelo coronavírus, mas conseguiram se recuperar e vão poder celebrar mais um ano da primeira capital do Brasil.

"Todos nós esperávamos chegar de outra forma ao aniversário de 472 anos da primeira capital do Brasil. Sei que não está sendo fácil para ninguém, mas com perseverança, garra e determinação, nós vamos vencer os obstáculos e os desafios. Vamos superar a crise que estamos enfrentando por conta da pandemia. A esperança que temos de dias melhores é algo concreto e real", disse o prefeito de Salvador, Bruno Reis, em nota enviada ao BNews.

Aniversário mais restrito

É justamente no dia que seria de comemoração para os soteropolitanos, que a prefeitura de Salvador dará início a uma fase ainda mais restritiva na cidade.

A celebração terá mesmo de ser das janelas. Apenas poderão funcionar supermercados, panificadoras, delicatessens; açougues; farmácias e drogarias (que só poderão comercializar medicamentos e produtos voltados à saúde); agências bancárias e lotéricas; serviços públicos considerados essenciais; estabelecimentos que estejam funcionando em regime de delivery (até meia noite), sendo permitido o sistema de retirada no local (até o início do toque de recolher, às 18h), desde que mantidas as portas fechadas ao público.

Mas aos menos os comerciantes receberão boas notícias no aniversário de Salvador. O prefeito Bruno Reis vai detalhar esta semana como vai funcionar o escalonamento na retomada do comércio na cidade, que tem início no dia 5 de abril.

"Queremos fazer um teste com essa nova modalidade. Era uma expectativa da classe produtiva, mas não tínhamos como fazer sem margem de segurança. Hoje, os números da Covid-19 estão permitindo e eles cairão ainda mais. Vamos fazer esse teste e espero que vire em definitivo para que depois possamos retornar com horários normais”, disse Bruno.

"Salvador vai superar"

Salvador já superou outros surtos de doenças ao longo de sua história, ao longo de seus aniversários. Venceu a cólera, febre amarela e varíola. E é com esse pensamento que a primeira capital do Brasil comemora seu 472º aniversário, num cenário de guerra.

"São as características do nosso povo, aliadas às efetivas ações realizadas pela Prefeitura desde o ano passado, que me fazem ter a convicção de que Salvador vai superar esse momento ainda tão delicado. Com a união e o apoio de todos, a primeira capital do país vai voltar a sorrir. Não vão faltar empenho e dedicação desta gestão municipal para que a nossa cidade alce voos cada vez mais altos e alcance o patamar que a nossa gente merece", diz a vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, em nota enviada à reportagem.

"Nós vamos ter sabedoria para construir juntos esse futuro. Então, hoje, parabenizo Salvador por tudo que a nossa cidade é, pela riqueza do seu patrimônio histórico e cultural, pela sua religiosidade, não há cidade no mundo com um sincretismo tão forte quanto o nosso, pela sua culinária, pelas suas belezas naturais e, acima de tudo, pelo seu povo forte, trabalhador, caloroso, amoroso, que sabe receber tão bem quem vem nos visitar, um povo festivo e alegre", completou Bruno Reis.

Fonte: BNews

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO EMBASA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA