Solidariedade da Sorte

                                          Imagem: Brigada Militar/Reprodução

Uma mulher de 56 anos contaminada com o novo coronavírus foi presa após cuspir em policiais durante a fiscalização de uma denúncia de aglomeração. O caso ocorreu no domingo, em Rio Grande (RS), a cerca de 320 km de Porto Alegre.

Os agentes foram chamados a uma lancheria na Praia do Cassino e abordaram a suspeita, cuja identidade não foi divulgada. O local deveria estar fechado devido aos protocolos de bandeira preta anunciados pelo governo gaúcho.

Durante a ação, a suspeita e a filha, cuja idade não foi divulgada, abaixaram suas máscaras e começaram a falar ofensas contra os policiais no meio da rua.

A acusada também cuspiu em uma policial militar, gritando em seguida que estava com covid-19. As duas disseram que trabalhavam como auxiliares de enfermagem, mas essa informação não foi confirmada pela polícia.

A mulher foi presa em flagrante por resistência e por descumprir medidas preventivas. Ela foi encaminhada à Penitenciária de Rio Grande e sua prisão foi convertida em preventiva pela Justiça.

Testes realizados pelos agentes confirmaram que a suspeita estava de fato com o vírus. A Polícia não divulgou se a agente atacada foi contaminada depois da ação.

Fonte: Uol

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO COVID

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA