Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

                                                     Da Redação

O médico Aurílio Estrela chorou pela morte do filho, Pablo Estrela, de 38 anos, e da ex- esposa, Dulce Emília Atahyde Estrela, de 59 anos, em menos de 15 dias. As duas vítimas morreram de Covid-19, em João Pessoa, na Paraíba.

Em entrevista ao G1, Aurílio não se conteve ao lamentar pelas perdas. “Espero que vocês nunca passem pelo que estou passando agora. Perder quem você ama não é fácil. Você nunca pensa que vai enterrar um filho”, disse.

Durante a conversa, o médico sentiu a necessidade de fazer um alerta. “Uma doença que muita gente pensa que não vai chegar na sua casa, mas chega. Não levem na brincadeira essa doença”, pediu.

Enquanto vivencia o luto, Aurílio, que trabalha diretamente na área da saúde, sabe a importância da prevenção. “Não brinque. Não aglomere. Não deixe de usar máscara. Não deixe de cuidar da higienização das mãos, seja com álcool, ou quem não tem [o álcool], com sabão em casa. Porque essa doença tá vindo forte”, alertou.

No final da entrevista, o médico endossou o pedido para que as pessoas sigam os protocolos de prevenção orientados pelas autoridades em saúde. “É preciso que nós, como população, façamos a nossa parte. Só quem passa, é quem sabe. A dor é muito grande”, concluiu.

Fonte: Istoé

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO EMBASA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA