Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

A médica veterinária, Drª Adriana Trigo, que veio do Estado de São Paulo com uma equipe para realizar serviços voluntários de castrações e outros procedimentos em cães e gatos abandonados (em situação de rua) na cidade de Serrolândia-BA, retomou os trabalhos nesta sexta-feira (12), após ter sido impedida por agentes da Vigilância Sanitária em uma ação de fiscalização no último dia 05/02, quando a médica chegou a ser conduzida para a delegacia em Jacobina. Reveja a matéria anterior e o que disse a Vigilância Sanitária do município, clicando AQUI!

O Calmon Notícias conversou com o vereador Alex, da cidade de Serrolândia, ele que se empenhou junto com alguns colegas e acompanhou os trâmites para que a médica pudesse dar continuidade aos trabalhos.

Alex disse que entende a necessidade de fiscalização, mas viu excesso na forma como a ação foi conduzida. “Foi uma situação constrangedora, conduzir a médica pra delegacia, uma pessoa que saiu de uma distância de 2 mil km pra vir aqui fazer um trabalho voluntário, ajudar a salvar cães abandonados, foi algo que nos deixou muito triste”. Disse o vereador.

A médica veterinária, Drª Adriana, falou com o Calmon Notícias na tarde deste sábado, 13, ela disse que está de férias e doou  seu tempo para realizar o trabalho que está sendo voluntário. A veterinária disse que o acontecido se deu devido a uma falta de comunicação com o poder público municipal, mas, ficou chateada com o excesso durante a ação. "Poderiam ter feito uma notificação, não precisava ter conduzido a gente de viatura policial pra delegacia, ter pegado nossos pertences, essas coisas assim, né"! Concluiu a médica que relatou já ter realizado castração em pelo menos 200 animais entre cães e gatos e a previsão é de chagar a 250 até quarta-feira (16). 

Patrícia que mora em São Paulo e faz parte de um grupo de protetores dos animais, e que inclusive disse que tem ajudado com dinheiro para compra de ração para os cães abandonados nas ruas de Serrolândia, ficou desesperada com a situação e buscou mesmo estando de longe, ajuda de pessoas que pudessem contribuir para que a médica realizasse os trabalhos.

Na última terça-feira (9), aconteceu uma reunião com a presença do prefeito da cidade, membros da Vigilância Sanitária, Secretaria de saúde, vereadores e a médica Veterinária, onde foi determinado algumas exigências por parte do poder público e da Vigilância, que foram atendidas e nesta sexta-feira (12) a médica retomou os trabalhos.

O comerciante Marcel, nos informou que alguns medicamentos que haviam sido apreendidos, foram liberados pela polícia por volta de 11h deste sábado, permitindo a continuidade da castração de cadelas.

Patrícia fez questão de agradecer aos vereadores Alex e Marcinho, ao comerciante Marcel, a advogada Drª Ariele, dentre outras pessoas que também contribuíram para que o trabalho fosse realizado na cidade.

A situação de cães abandonados nas ruas tem sido um problema para os municípios, de forma que o poder público encontra dificuldades para conseguir “legalmente”, construir canis e cuidar dos animais. Enquanto isso não acontece, cães e gatos que são abandonados por seus donos, ficam nas ruas, em muitos casos são maltratados e até feridos por pessoas.

Fonte: Calmon Notícias







Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO COVID

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA