Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

      Foto: Reprodução/PRF

O volume de armas de fogo apreendidas pelos policiais rodoviários federais na Bahia, no ano passado, saltou de 112 unidades em 2019 para 189 em 2020. Deste total, 117 foram pistolas. O número de revólveres apreendidos atingiu 49 unidades.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ainda foram retiradas de circulação 5.918 munições de diversos calibres. Os números apresentados em 2020 representam um aumento de 290% de pistolas e de 339% na apreensão de munições, quando comparados a 2019.

Durante às abordagens policiais também foram apreendidos 6 fuzis; 05 espingardas e 01 sub-metralhadora. Também merece destaque, segundo a PRF, a apreensão de centenas de ‘bananas’ de dinamites que seriam utilizados a assalto a carro forte de valores.

As ações aconteceram em Senhor do Bonfim e Ibotirama. Além dos explosivos, foram apreendidos pavis detonantes; espoletas e apetrechos que são utilizados na detonação de material explosivo.

Principais ocorrências

25 de novembro 2020 

Foram apreendidos 13 pistolas, 16 carregadores e 1.600 munições 9mm que estavam escondidos no painel de um veículo.

A ocorrência teve início após PRF receber denúncia de que um veículo estaria transportando um suposto ilícito, e que trafegava na BR 101, nas imediações do município baiano de Santo Antônio de Jesus.

Prontamente, a equipe empreendeu diligências na rodovia no intuito de averiguar a situação, mas não localizaram o veículo.

Suspeitando que ele poderia ter seguido sentido ferryboat com destino a Salvador(BA), os policiais acionaram equipes na capital baiana, que prontamente conseguiram localizar o veículo no desembarque do ferryboat, realizando a abordagem e localizando as armas em compartimento oculto do painel do carro.

23 de novembro 2020 – BR 116 – Vitória da Conquista

Foram apreendidos dois fuzis calibre 556 e 23 pistolas calibre 9mm durante fiscalização na BR-116, em Vitória da Conquista/BA. O arsenal estava sendo transportado por um homem de 32 anos, que seguia viagem em um ônibus que saiu de São Paulo com destino a Serrinha/BA.

Após verificação do compartimento de bagagens, os policiais rodoviários iniciaram a fiscalização dos passageiros, quando foi encontrado, dentro de duas malas, dois fuzis desmontados, embrulhados junto com seis carregadores, cada um com capacidade para 30 munições 556. O armamento é de fabricação norte americana.

As 23 pistolas estavam envoltas em sacos de lixo e fitas adesivas, acompanhadas de 27 carregadores com prolongador, cada um com capacidade para pelo menos 21 munições. 43 carregadores convencionais, com capacidade para 19 munições também foram encontrados. As armas foram produzidas na Croácia.

O passageiro que transportava o arsenal embarcou na cidade de Vitória da Conquista e disse que tinha como destino final a cidade de Nova Soure/BA.

01 de março 2020 – BR 116 – Vitória da Conquista

Os policiais realizavam fiscalização de combate à criminalidade no Km 815 da BR 116, quando foi dada ordem de parada a uma carreta Iveco/Stralishd com placas do Paraná, conduzido por um homem de 33 anos.

Durante a entrevista, os PRFs perceberam um certo nervosismo por parte do motorista, como também respostas desencontradas em relação ao destino e motivo da viagem, o que levou a equipe a aprofundar a fiscalização e acabou descobrindo a carga ilícita na cabine do caminhão.

Foram apreendidas 36 pistolas de calibre 9 milímetros, 2.000 munições do mesmo calibre, 74 carregadores. Do total de armas apreendidas, 34 são de fabricação checa. As outras duas, de origem croata.

O homem preso, que declarou ser comerciante, disse aos agentes da PRF que recebeu a carga ilícita na cidade paranaense de Medianeira. O destino final era a cidade de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano. Informou ainda que receberia 10.000 reais pelo transporte das mercadorias.

Sucesso no enfrentamento à criminalidade

A PRF apertou o cerco ao crime organizado e alguns fatores contribuíram para esses resultados como ao apostar na estratégia de orientar o policiamento com informações de inteligência policial, bem como investir em tecnologia da comunicação, o que tornou as ações de abordagens nas estradas mais assertivas.

Assim, como inovação, capacitação,‘expertise’ dos policiais e ações integradas com outras forças policiais, têm se mostrado um diferencial no enfrentamento ao crime dentro e fora das Brs.

As incursões ‘estrangularam’ a estrutura logística e financeira do crime e causaram um prejuízo milionário no movimento das associações criminosas, que integra o meio aéreo e o portuário – marítimo e fluvial- convergindo para as rodovias do país.

Fonte: Bahia. Ba

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO EMBASA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA