Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA
       Foto: Divulgação/Sesab

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado da Bahia (Hemoba) estipulou uma barreira de 30 dias para doação de sangue no caso de o pretenso doador ter testado positivo para a Covid-19 com apresentação de sintomas respiratórios, a exemplo de coriza e tosse. A fundação destaca, no entanto, que a restrição não está diretamente associada à infecção pela doença, pois esta não é transmissível pelo sangue. 

A medida integra os protocolos adotados pela fundação para garantir ainda mais segurança nos espaços de doação de sangue do estado e evitar “oportunidades” de transmissão da doença pandêmica nos espaços de circulação. 

“Quem teve Covid está inapto por 30 dias. Estamos aprendendo todos os dias porque um dos pilares da fundação é a pesquisa. Temos observado, estamos acompanhando a evolução dessa segunda onda. É um vírus que tem um potencial de transmissibilidade maior e a gente está muito atento. Por isso a intensificação de protocolos como não tirar a máscara, de utilizar água e sabão, álcool em gel”, reforça Fernando Araújo, diretor do Hemoba. 

Nos casos em que o pretenso doador testou positivo, mas não materializou sintomas aparentes, o Hemoba pondera que, no geral, “essas pessoas entram em contato para informar” e, por isso, “não é uma questão preocupante”. 

Vale salientar que o serviço de doação de sangue segue em funcionamento na Bahia e pode ser agendado com antecedência, para atendimento com hora marcada, por meio do site da fundação. Por telefone os agendamentos podem ser feito de segunda à sexta- feira, das 8h às 17h, e aos sábados das 8h às 12h. Em Salvador, o contato é feito pelo (71) 3116-5643. O site do Hemoba disponibiliza ainda uma lista de contatos para as cidades do interior do estado.

Fonte: Bahia Notícias

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO EMBASA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA