Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

 

Sofia Zhukova, de 81 anos, que ficou conhecida por ser uma assassina em série que fazia doces com a carne das vítimas, morreu de Covid-19 na prisão, antes de ser julgada, na Rússia. Segundo o jornal The Sun, ela foi acusada de matar três pessoas de maneira brutal, inclusive uma criança de 7 anos.

Zhukova foi levada para o hospital assim que contraiu a doença e morreu no dia 29 de dezembro. A notícia da morte só foi divulgada agora.

Vídeos em que a mulher mostrava para os investigadores como usou um machado para assassinar uma das vítimas foram mostrados durante o processo de julgamento, que ainda não havia se encerrado.

A polícia russa investiga se outros quatro assassinatos estão ligados a Sofia.
Na geladeira dela foram encontrados órgãos do zelador Vasily Shlyakhtich. A idosa, no entanto, negou ser canibal. Durante um depoimento, Sofia disse que agiu para se defender.

“Eu matei o zelador, mas ele me estuprou. O que você acha que eu deveria ter feito? Piquei ele com um machado”, contou a mulher.
Fonte: Metrópoles

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO COVID

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA