Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Um policial civil foi morto com tiro à queima-roupa disparado na cabeça pelo próprio colega de corporação após ambos se envolverem em um acidente de carro na rodovia João Baptista Cabral Rennó, em Santa Cruz do Rio Pardo, no interior paulista, na manhã de sábado, 04. 

De acordo com a Polícia Civil, os policiais civis Renato Bianchi e Ronaldo Cordeiro seguiam em viatura descaracterizada desde a cidade de Presidente Prudente até a capital. No km 305 da rodovia, porém, o carro deles bateu em uma carreta.

As informações preliminares da polícia davam conta de que Bianchi, que estava dirigindo o carro, teve ferimentos mais graves, e Cordeiro, que seguia no banco do passageiro, ferimentos mais leves. Uma equipe médica da Cart (Concessionária Auto Raposo Tavares) foi ao local.

Quando os agentes já estavam na ambulância, ambos começaram a discutir. Durante a briga, Cordeiro sacou a arma e atirou contra Bianchi. Em seguida, Cordeiro apontou a arma contra a própria cabeça, mas foi impedido de atirar por um médico.

Os dois foram levados para a Santa Casa de Santa Cruz do Rio Pardo. Lá, Bianchi não resistiu ao ferimento. Cordeiro foi preso em flagrante e deve responder pelo crime de homicídio.

Por meio de nota, a SSP (Secretaria da Segurança Pública) afirmou o agente que atirou contra o colega foi preso. "O caso está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Civil de Bauru", disse a pasta. 

A SSP afirmou, também, que a Polícia Civil oferece programa de apoio e acompanhamento ao seu efetivo.

Os dois policiais fazem parte da Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo.

Fonte: Uol

 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO EMBASA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA