Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

A médica chefe em saúde pública da Rússia, Anna Popova, afirmou hoje que serão necessários 56 dias de abstinência do consumo de álcool, para aquelas pessoas que desejam receber a vacina contra o novo coronavírus.

"Duas semanas antes da imunidade com absoluta segurança, é preciso deixar de ingerir. A formação da imunidade requer 21 dias entre as duas doses, e outros 21 depois da segunda", explicou a especialista, em entrevista à emissora de rádio local "Komsomolskaya Pravda".

Popova explicou que todos aqueles que estão ou serão vacinados precisam cuidar do corpo de forma criteriosa, durante esse período de tempo, que começa ainda antes da imunização.

"Se queremos saúde e autodefesa, devemos deixar que o corpo a forme. Portanto, nem antes, nem depois, nem durante. Simplesmente, nunca e em nenhum caso", disse a especialista, sobre o consumo de vodca e outras bebidas alcoólicas.

Na última sexta-feira, a vice-primeira-ministra da Rússia, Tatyana Golikova, havia pedido que os interessados em receber a vacina Sputnik V, que começou a ser aplicada no dia seguinte, restringissem o consumo de álcool por 42 dias.

A imprensa veiculou que muitos russos reagiram negativamente nas redes sociais à abstinência, especialmente no período que antecede o feriado de Ano Novo, que este ano vai de 1º a 10 de janeiro, embora a vacinação seja gratuita e voluntária.

Fonte: Uol Notícias

 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO COVID

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA