SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA
                Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / E.C Bahia

Farra e folia no retorno do Bahia à Arena Fonte Nova. Em meio à uma noite chuvosa nesta quinta-feira (5), o Esquadrão de Aço bateu o Melgar por 4 a 0 em jogo decisivo da segunda fase da Copa Sul-Americana. Todos os gols foram marcados logo no primeiro tempo com Fessin (duas vezes), Gregore e Gilberto. O placar agregado se encerrou em 4 a 1.

Garantido na próxima fase, o Tricolor irá enfrentar o Unión de Santa Fé, que eliminou o Emelec também nesta quinta, com programação a ser oficializada pela Confederação Sul-Americana de Futebol.

A próxima partida do Bahia será no próximo domingo (8), às 18h15, contra o Botafogo, novamente na Arena, em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O JOGO

Com a necessidade do triunfo, o Bahia começou a sua sequência de tentativas aos nove minutos do primeiro tempo. No lance, Gilberto recebeu no lado esquerdo, cortou para dentro da área, bateu e a bola passou por cima.

Fessin marca o primeiro

Aos 11 minutos, o Tricolor saiu na frente com Fessin, que recebeu escanteio de Juninho Capixaba e não teve dificuldade para empurrar para o fundo da rede do goleiro Cáceda.

O placar agregado igual logo no início deu mais tranquilidade ao Bahia, que seguiu tentando. Aos 15, Elias chutou e a bola passou ao lado. Um minuto depois, Daniel aproveitou passe de Fessin e bateu colocado para grande defesa do arqueiro peruano.

Gregore amplia

Aos 19 minutos de jogo, mais um gol para o Bahia em mais uma jogada de escanteio. Daniel cobrou a bola pra Gregore, que cabeceou bonito e saiu para o abraço.

O Melgar assustou logo depois. Quando o relógio marcava 22, Sánchez invadiu a área do Bahia e foi travado na hora da finalização ao gol.

Fessin aumenta a margem do Esquadrão

O menino Fessin estava em um grande dia. Aos 33 da primeira etapa, ele marcou o terceiro do Esquadrão ao receber bola de Daniel, driblar o defensor em espaço curto e tocar de esquerda para o gol.

Gilberto marca o quarto

Em uma goleada como essa, não poderia faltar o tento do artilheiro. Um minuto depois do terceiro gol, Gilberto recebeu passe açucarado de Daniel e tocou na saída do goleiro. O camisa 9 comemorou com o seu tradicional salto mortal. 

Segundo tempo

Na segunda etapa, o Bahia diminuiu o ritmo e viu o Melgar tentar primeiro. Aos três minutos, Amoroso avançou para a linha de fundo, cruzou e a bola rebateu em Gregore. O jogador do time peruano pediu pênalti, mas o juiz mandou o lance seguir.

Com 10 minutos, o Esquadrão de Aço voltou a criar. De fora da área, Elias mandou uma bomba e o goleiro foi obrigado a defender em dois tempos.

Substituto de Gilberto, Saldanha teve uma chance enorme de balançar a rede, mas desperdiçou. No lance, Nino Paraíba chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro para o camisa 99, que chegou desequilibrado na bola e errou a direção da rede.

Muito menos intenso em relação ao primeiro tempo, a equipe teve outra tentativa aos 33 com Rodriguinho. Recuperado de lesão, o meia arriscou de fora da área, mas não acertou o alvo.

Sem mais pretensões nos minutos finais, o Bahia levou o jogo em marcha lenta até o apito final do juiz Christian Garay.

FICHA TÉCNICA
Bahia 4 x 0 Melgar
Copa Sul-Americana - 2ª fase (2º jogo)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 05/11/2020 (quinta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Christian Garay (Chile)
Auxiliares: Raúl Orellana e José Retamal (ambos do Chile)

Cartão amarelo: Deneumostier, Mifflin (Melgar)

Gols: Fessin (2x), Gregore e Gilberto (Bahia)

Bahia: Douglas; Nino Paraiba, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore (Ronaldo), Elias e Daniel (Rodriguinho); Fessin (Alesson), Élber (Rossi) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes.

Melgar: Cáceda; Fuentes (Mifflin), Ibañez (Rabanal), Deneumostier e Reyna; Tandazo, Míguez, Amoroso, Sánchez e Vidales (Arakaki); Arce (Ávila). Técnico: Marco Valencia.

Fonte: Bahia Notícias

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DA BAHIA

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA