SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA


A prefeitura de Salvador vai iniciar um programa habitacional que, ao lado das moradias, vai recupera casarões em estado de degradação. Em nota, o município informou que já foram identificados 17 imóveis desocupados ou subutilizados, com espaço para instalar 200 residências. Cada apartamento deverá custar, em média, R$130 mil e será dirigido a servidores públicos municipais.

Implantado pela Fundação Mário Leal Ferreira, o programa foi dividido em três fases. A primeira abrange uma área que vai da Igreja do Corpo Santo (esquina com a Praça Cairu) até o Plano Inclinado Gonçalves. A segunda vai do Plano Inclinado Gonçalves até a Associação Comercial da Bahia e a terceira compreende a região do Plano Inclinado Pilar, próximo à Praça Marechal Deodoro.

“Todo o programa de habitação da Prefeitura estará incluído em um Fundo Imobiliário. Acreditamos que até novembro estaremos com esse fundo registrado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM)”, conta a presidente da FMLF, Tânia Scofield.Os próximos passos agora, segundo a gestouro, serão efetivar a desapropriação dos imóveis e elaborar os processos executivos.

“Estamos com algumas obras e intervenções urbanísticas, com a recuperação de espaços públicos de rua no Centro Histórico, como parte das ações do programa Salvador 360. O sítio estava bastante degradado e a degradação leva a um despovoamento e migração das pessoas para outras regiões da cidade”, comentou.

Fonte: Bahia.Ba

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DO ESTADO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA