SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA


O padre Antônio Firmino Lopes Lana, da paróquia de São João Batista, da cidade de Visconde do Rio Branco, em Minas Gerais, que ganhou repercussão após ter criticado os fiéis que não estão frequentando à missa por causa da pandemia do novo coronavírus pediu desculpas pela declaração. Em vídeo divulgado, nesta terça-feira (25), o padre classificou como "comentário infeliz", e que nas palavras do pároco gerou uma "celeuma".

"Meus queridos amigos, eu sou o padre Antônio Firmino Lopes Lana, da paróquia de São João Batista, da cidade de Visconde do Rio Branco, dado a celeuma que causou o comentário infeliz que fiz no final da missa deste último domingo, eu venho esclarecer, mais que esclarecer, eu venho pedir desculpas, me retratar porque trouxe alguns transtornos. Quem me conhece, sabe que eu sou aquela pessoa que luta pela vida plena [...] Neste tempo de pandemia, quem me conhece e está próximo de mim, sabe o quanto eu tenho me empenhado para preservar a vida, para cuidar da vida em todos os sentidos. Eu tenho que pedir desculpas para aquelas pessoas que sentiram ofendidas, machucadas, com as minhas palavras. Espero que fique claro isso e, tenho certeza que vocês que tem um coração bom irão reconhecer meu erro e me perdoar também. Rezem por mim, eu sou fraco também, eu sou pecador, eu tenho as minhas misérias e preciso de misericórdia. Fiquem com Deus", afirmou o padre.

A paróquia São João Batista foi criada em 1810 e se classifica como uma paróquia que "atende e ministra os Sacramentos da Igreja a todos os fiéis católicos que fazem parte do povo de Deus".

Relembre:

Durante a celebração, o padre da paróquia São João Batista, da cidade de Visconde do Rio Branco, em Minas Gerais, fez uma declaração polêmica durante a missa que estava sendo realizada.

"Aí a gente vai vendo quem realmente ama a eucaristia... Porque tem alguns católicos, engraçado, que têm saúde, têm tudo e dizem: 'Eu só vou na Igreja quando tiver a vacina'. Tomara que não apareça vacina para essas pessoas. Ou que morram antes de a vacina chegar, não é? [...] "Porque tem pessoas que não têm problema nenhum, que não estão no grupo de risco. Mas isso significa que não têm fé nenhuma, essas pessoas", afirmou o padre.

Fonte: BNews

Veja o vídeo do pedido de desculpas:


Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Paróquia São João Batista (@paroquiasaojoaovrb) em

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DO ESTADO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA