SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA
Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) recorreu da decisão da 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal (MPF) que determinou a continuidade das investigações, pelo Ministério Público do Rio, do inquérito que apura se o senador cometeu lavagem de dinheiro e falsidade ideológica na declaração de bens à Justiça Eleitoral. 

A defesa apresentou o recurso ao Conselho Institucional do MPF em Brasília. Os advogados do senador argumentam que as diligências já foram esgotadas e nem o MP-RJ ou MPF ofereceram denúncia, de acordo com o jornal O Globo.

Por isso, os advogados entendem que o caso devia ser arquivado conforme pedido feito pelo promotor Alexandre Themístocles, titular do MP-RJ no caso no Rio.

O promotor Alexandre Themístocles tinha pedido arquivamento no início de junho, mas o juiz Flávio Itabaiana discordou e enviou o caso para a 2ª CCR. Ele é o titular da 204ª Zona Eleitoral (Santo Cristo) e também era o juiz da 27ª Vara Criminal do TJ e, por isso, o titular do caso das rachadinhas, até o fim de junho, quando uma decisão da 3ª Câmara Criminal do TJ decidiu dar foro especial ao senador junto ao Órgão Especial, na segunda instância.

Fonte: Jornal O Globo

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DO ESTADO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA