SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Um youtuber brasiliense, especializado em automobilismo e com milhares de seguidores no canal, sequestrou um amigo e a mãe dele. Segundo a Delegacia de Repressão a Sequestro (DRS) da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o youtuber é acusado de contratar capangas e um hacker para realizar o crime. A Operação Muy Amigo expôs o esquema. 

Segundo os investigadores, as vítimas eram empresários e moradores do Lago Sul. O suspeito se aproveitou da intimidade que tinha com elas para levantar informações a respeito do patrimônio. 

O plano do youtuber teria iniciado após a família anunciar a venda de um lote no Lago Sul. Ele contou com a ajuda de um outro colega com conhecimentos na área de tecnologia que tomou a frente do sequestro. Além disso, contou com outros dois indivíduos, contratados, para auxiliarem na abordagem e vigiarem o cativeiro. O youtuber, por conhecer as vítimas, teria ficado nos bastidores da ação.

O plano era sequestrar a mãe e o amigo e forçá-los a pagar o resgate um do outro. O comparsa, passando-se por um corretor de imóveis, ligou para a senhora e combinou um encontro para conhecer o lote que estava à venda. O encontro foi agendado para às 10h de 3 de junho.

No horário combinado, a mãe e o filho, amigo do youtuber, chegaram ao lote. No local, o falso corretor os aguardava. Ele rendeu ambos com uma pistola e levou o jovem ao veículo, onde os outros dois comparsas aguardavam.

Ao ser amarrado, o jovem reagiu e tentou fugir. Neste momento, o sequestrador decidiu levar a mãe do rapaz para o cativeiro. Com as vítimas rendidas no interior do veículo pelos dois sequestradores, o falso corretor dirigiu até o local onde os manteriam. No caminho, deixou os pertences das vítimas em um lugar determinado para que o youtuber apanhasse.

O cativeiro

O cativeiro era um barraco localizado em um lote irregular na área rural de São Sebastião. Lá as vítimas foram separadas e entrevistadas durante todo o dia a respeito da capacidade financeira da família. A intenção era que uma delas fosse libertada para providenciar o pagamento do resgate da outra.


O youtuber percebeu que o patrimônio estava imobilizado em imóveis e não haveria disponibilidade de altos valores em um curto espaço de tempo. Dessa forma, as vítimas foram liberadas por volta das 23h. Os sequestradores informaram que ligariam posteriormente para cobrar uma certa quantia em dinheiro, o que não ocorreu.

As vítimas decidiram que não iriam registrar a ocorrência e deixariam o país definitivamente. Porém, um amigo os levou à DRS, onde informaram os agentes do ocorrido e a investigação foi iniciada. 

Investigações

Os investigadores dentificaram um dos autores (o indivíduo com conhecimentos técnicos em informática), e o prendeu na terça-feira (21). Na quinta-feira (23), o youtuber e um dos sequestradores contratados foram presos.

O youtuber nega a participação no crime, mas, segundo a Polícia Civil os dois sequestradores foram enfáticos em incriminá-lo. Segundo a PCDF, o quarto elemento foi identificado e será preso em breve.

Diante do desfecho da investigação, a família desistiu de residir fora do Brasil. Os acusados podem pegar de 12 a 20 anos de prisão.

Fonte: Correio Braziliense

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DO ESTADO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA