SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA
Uma adolescente de iniciais B.B., de 16 anos, usou as redes sociais para denunciar que foi vitima de estupro na madrugada de segunda-feira, 06 de julho de 2020, no distrito de Caatinga do Moura de Jacobina.

Em um texto que causa revolta a jovem relata que estava na casa de um amigo e quando decidiu retornar para casa, um dos convidados lhe ofereceu carona, lhe levando por um atalho e praticando o estupro.

Segundo informações, a jovem prestou queixa na Delegacia de Jacobina e o acusado que tem em torno de 30 anos está sendo procurado pela polícia.

"Era 01:15 na madrugada de domingo pra segunda quando pedir pra ir embora da casa de um amigo, e esse amigo falou que não tava com condições de me levar e um rapaz se ofereceu ao ouvir nossa conversa. 
Eu estava feliz, já tinha dançado, resenhado, mas vi que tinha chegado meu limite, só queria ir embora... 
No meio do caminho me deparei com uma surpresa, o tal rapaz pegou um atalho, parou a moto que estávamos e falou que não daria esssa viagem se eu não transase com ele. 
Comecei a chorar horrores, com medo do que poderia acontecer. Pedi pra que me levasse de volta pra onde eu estava e ele disse que me levaria de boa pra casa, que tudo bem se a gente não transase... 
Continuamos o caminho e novamente ele pegou outro atalho e repetiu: 
Ou você me dá ou te deixo aqui no meio do mato. 
O desespero, o medo, não me deixou sair correndo, eu só queria ir pra casa... 
Me colocou de costas na moto e começou o ato, mas por eu estar chorando muito e gritando (pior coisa que ja passei em toda ninha vida) ele parou. Mando eu vestir minha roupa e falou que me levaria pra casa.
Eu não conseguia falar, só chorar, até que lembrei de registrar alguma coisa e gravei um áudio na hora do desespero. 
Fui ameaçada de morte caso eu contasse pra alguém, me ofereceram resolver isso amigavelmente.
Eu iria ganhar 200 reais pra continuar calada.. 
Como se 200 reais iria fazer eu esquecer tudo que passei, estou tendo crise de ansiedade por hora, tudo me assusta, meu psicológico ainda  nao se acostumou com tudo isso... Principalmente pelos julgamentos, que eu sabia que ia ter muitos. Eu quero minha Justiça, eu quero esse monstro fora da sociedade, se fez com uma faz com outra, isso não pode ficar assim" escreveu a jovem.

Fonte: Augusto Urgente!

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DO ESTADO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA