SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA


O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, disse durante uma transmissão ao vivo que, hoje, no Brasil, “é melhor matar do que ser corrupto”. As informações são do jornal Valor Econômico.

“A Lava-Jato parou com a corrupção? Não. Vai aumentar a pena vai parar a corrupção? Não. Não podemos aumentar a pena e criar uma desproporcionalidade. Hoje é melhor matar do que ser corrupto. Corrupção está dando 25, 26 anos [de prisão]. Homicídio tem dado 12, 14, 16. Isso é um absurdo. Nós não estamos balanceando os valores que pautam o sistema jurídico”, disse o ministro.

Segundo a publicação, Noronha também fez ressalvas à atuação do Ministério Público e ao uso de prisões preventivas.

“Não é razoável que o Ministério Público fale como juiz e a defesa não fale com o juiz. Não pode ter portas abertas para um e não para outro”, afirmou o presidente do STJ.

Ainda durante a "live", Noronha defendeu que não é prisão preventiva que combate a corrupção. “Se você olhar a quantidade de incidentes que causam prisões cautelares desnecessárias. Quantidade de tempo perdido para analisar os recursos, isso retarda os processos”, disse.

Fonte: BNews

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

SEBRAE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA