AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Na tarde da última sexta-feira, 24, policiais militares do 5º Pelotão, sediado em Ourolândia, receberam denúncia anônima dando conta que na localidade conhecida como Angical pertencente ao povoado da Barra, em Mirangaba, em uma propriedade rural existia movimentação de veículos e pessoas e em atitudes suspeitas.

Diante das denúncias, o Major PM Flailton Oliveira, comandante da 24ª CIPM, convocou policiais militares da guarnição Sertão Avançado para dar apoio na ação, onde juntos deslocaram para a localidade. Ao chegarem às proximidades de uma das propriedades, avistaram uma residência a uma distância de 200 metros. Os policiais, de maneira cuidadosa e técnica, deslocaram em direção à residência e, ao se aproximarem, foram recebidos a tiros de arma de grosso calibre vindo de um matagal nos fundos da residência.

Devido ao teor da periculosidade, de imediato os policiais se abrigaram e deu início ao revide a injusta agressão. Houve uma breve troca de tiros, onde os policiais, usando de técnicas de incursão em caatinga, progrediram em direção aos disparos. Momento em que, os agressores cessaram os disparos dando a oportunidade na continuidade da progressão do policias em direção à área dos disparos, porém iniciou-se novo confronto, cessando minutos após.

Os policiais seguiram firme na diligência, deparando-se com um grande plantio análogo maconha. Em ato contínuo, foi realizada uma varredura minuciosa, no intuito de localizar os marginais, porém sem obter êxito, por empreenderem fuga pela caatinga de difícil acesso, tomando rumo ignorado. Durante a varredura da área, na tentativa de localizar os marginais, foram localizadas vestimentas camufladas, bem como cápsulas de projéteis em calibre 7,62 e 9mm.

As dimensões do plantio surpreenderam a equipe, onde não se tratava somente de um plantio, mas sim de cinco, sendo três prontas pra colheita e dois recém-plantados. Também foram observados mais dois viveiros imensos de mudas, além de vários sacos contendo a mesma substância pronta para o consumo. De imediato, os policiais acionaram a Delegacia de Polícia, bem como o DPT que esteve no local fazendo a perícia, contabilizando cerca de 100 kg de erva pronta para o consumo, 126 mil pés numa área de 10.700 metros quadrados e 2 viveiros com imensa quantidade de mudas.

Após o trabalho desempenhado pelos prepostos do Departamento de Perícia Técnica, foi iniciada a erradicação e incineração do plantio sendo necessário o uso de uma retroescavadeira. É válido salientar que, no mês de março a 24ª CIPM erradicou outra propriedade com 190 mil pés de um plantio semelhante, demonstrando assim dos preparados policiais do militares desta unidade PM.

"Parabenizo todos os policiais militares destacados para a missão. Mesmo em tempos difíceis de Pandemia, onde nossos destemidos profissionais estão mais vulneráveis em razão das atividades de linha de frente no combate ao crime, não mediram esforços e de forma corajosa, brava e destemida, realizaram mais uma vez uma excelente e valorosa ação, erradicando e destruindo grande quantidade de droga, que só traria malefícios a comunidade", disse o Major PM Flailton Oliveira.






Vitor Costa - Subtenente PM

Secom 24ª CIPM



Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PREFEITURA DE UMBURANAS

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA