SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Presente na apresentação do balanço de 2019 da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na manhã desta segunda-feira (13), na sede do órgão, o delegado-geral da Polícia Civil na Bahia, Bernardino Brito, disse que vai acompanhar a possibilidade de greve de policiais civis no estado.

A categoria critica o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 158/19, que altera a aposentadoria dos funcionários públicos estaduais e ameaça paralisar as atividades caso a proposta seja aprovada.

“Todo movimento grevista tem que ter uma organização e seguir toda uma previsão legal. Óbvio que este movimento a gente vai acompanhar. Não fui oficialmente comunicado sobre essa possibilidade, mas nós faremos a gestão para que a sociedade não sofra qualquer tipo de prejuízo na prestação de serviço da polícia”, disse Brito.

O delegado afirmou entender a preocupação dos servidores, mas argumenta que as prováveis perdas são necessárias para assegurar que o benefício seja pago.

“Obviamente que eu entendo a situação dos servidores, também sou servidor. Não se quer ter perda, mas as perdas são para garantir, num futuro, que viabilize o estado a garantir essa aposentadoria”, justificou.

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) foi convocada em regime de urgência para votar a PEC, mas uma decisão da justiça suspendeu a tramitação do projeto após a desembargadora Rosita Falcão de Almeida Maia, do Tribunal de Justiça do Estado, acatar o pedido do deputado estadual Hilton Coelho (Psol), no último sábado (11).

Fonte: Varela Noticias
Postagem Anterior Próxima Postagem

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA