Juliano Cruz cobra “olhar social” da Faculdade de Medicina de Jacobina - AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Destaque

Juliano Cruz cobra “olhar social” da Faculdade de Medicina de Jacobina

O presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Juliano Cruz, participou nesta quarta-feira (04.09) da solenidade de apresentação do professor Guilherme Guerra como o novo diretor executivo da Faculdade AGES.

Mesmo em processo de recuperação de uma cirurgia de tireoidectomia, o presidente fez um rápido pronunciamento de boas-vindas à nova gestão da AGES. “Estou muito feliz de estar aqui hoje, até porque tive a oportunidade, criada por Deus, de participar direta, e ativamente, da vinda da Faculdade AGES para Jacobina”, afirmou Juliano Cruz, lembrando que à época era o secretário municipal de Planejamento quando foi lançado o edital do Programa Mais Médicos, para a interiorização de cursos de medicina.

“No primeiro momento, achamos ser um sonho, uma utopia, mas acreditamos que poderíamos materializar aquele propósito. Inicialmente, conseguimos credenciar o município no programa junto ao Ministério da Educação e, uma vez credenciado, participamos para inscrição das unidades de ensino que iriam participar do processo de concorrência do MEC”, relatou o presidente, acrescentando que eram imensos os obstáculos físicos, políticos e burocráticos, que foram superados com o apoio da sociedade jacobinense.

Segundo Juliano Cruz, diante da “incredulidade de alguns e a torcida contra de outros”, o argumento usado era de que “Jacobina teria duas histórias: uma antes e outra depois da implantação da Faculdade de Medicina”.

“Com esse discurso, conseguimos sensibilizar a sociedade regional, e a imprensa teve um papel preponderante à época, principalmente, durante a votação da autorização pela Câmara de Vereadores, para que o município pudesse doar a área onde hoje encontra-se instalado o Campus da Faculdade AGES”, narrou.

No final do seu pronunciamento, Juliano Cruz afirmou que ficou muito feliz ao saber da nova direção da AGES, agora sob o controle do Grupo Ânima, que o campus de Jacobina serão um dos maiores do País. “Mais vez, queremos nos colocar à disposição, através da Câmara de Vereadores, para ajudar naquilo que for necessário, lembrando que Jacobina vive um momento ímpar, sendo, talvez, a única cidade do interior baiano com dois hospitais municipais, e o prefeito Luciano Pinheiro tem abraçado essa causa. Assim, espero que vocês, principalmente, através do curso de medicina, olhem Jacobina com um olhar social, e possam dar uma contrapartida além daquilo que já preconizado no edital do Programa Mais Médico”, concluiu o presidente.
Fonte: Jacobina 24h

Páginas