A história emocionante do jovem Idorlando Jr, que deixou Jacobina para se tornar Advogado no Estado de Goiás - AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Destaque

A história emocionante do jovem Idorlando Jr, que deixou Jacobina para se tornar Advogado no Estado de Goiás

Depois de 5 anos estudando em Caldas Novas, no Estado do Goiás, Idorlando Francisco da Silva Jr, o popular Cabelinho da Bahia, finamente consegue alcançar o seu objetivo, que era se formar em Direito e passar no Exames da Ordem dos Advogados do Brasil.

Em um relato emocionante sobre os seus passos, sobre as dificuldades e superação, Cabelinho que já teve entre a vida e a morte em acidentes, perdendo inclusive o movimento de um dos braços em curtiçoes desenfreadas, agradece a todos os familiares, amigos e amigas pelo apoio no alcance do seu objetivo, de ser Advogado. 

Leia abaixo a linda história do Jacobinense Cabelinho da Bahia  

Passei na OAB, a minha história.
01 - Cheguei em Caldas Novas em fevereiro de 2014, encontrei a pousada de Dona Deja, alí passei a primeira noite na cidade, não conhecia nada e ninguém, no dia seguinte fui na UNICALDAS efetuar a matrícula, no retorno aluguei uma kitnet, levei a minha mudança (eu, uma mala e Deus), logo chega um Visinho, seu nome é Sr Edir, ele me dá as boas vindas e pergunta sobre a minha mudança, respondo que não tenho móveis, que Deus ia providenciar, ele questiona se quero comprar uma cama, respondo que sim, mas não aquele dia (iria dormir no chão), então Sr Edir fala: "Vou te vender a cama por quanto você tiver para pagar, não quero ver você dormir no chão", então eu falo que compro por R$:50,00 já com o colchão, porém só pagaria no dia seguinte e ele ainda teria que montar "RISOS". Sr Edir foi meu primeiro anjo em Caldas Novas.

Com o tempo montei meu cantinho com o que era necessário, aprendendo a viver com o básico, no momento DECIDO PARAR DE FUMAR, uma das melhores decisões que tomara até aquele dia, (PAREI DE FUMAR).

Os primeiros 6 meses foram complicados, minha família e amigos me ajudaram a vencer o primeiro semestre, tanto financeiramente, quanto psicologicamente, foram meses difíceis, de afirmação, de me apegar ainda mais com Deus, ter forças, determinação e muita fé em um futuro melhor.

No segundo semestre comecei a trabalhar no Grupo DiRoma, e assim uma nova história, amigos, aprendizagem, experiência, de lá tiraria meu sustento e ajuda necessária para viver tranquilo, por outro lado teria menos tempo para estudar, ia e voltava do trabalho por quase 4 anos de bicicleta* (bicicleta qual comprei sem dinheiro para entrada, o dono da loja confiou em mim, não me conhecia, Deus colocou mais um anjo na minha vida), segui economizando para comprar o tão sonhado carro, demorou mas consegui, COMPREI O CARRO com o que juntei e também com a ajuda da minha mãe Marivalda Lopes, minha rainha, a responsável por eu estar vivo e aqui escrevendo para vocês.

Terceiro semestre e já com uma rotina corrida, acordar cedo, ir trabalhar, ir para faculdade, dia após dia assim, a saudade começa a apertar, já não existe sábados domingos e feriados, o tempo é curto, tenho metas, as metas me motivam, é o momento de afirmação, de acostumar com a situação, de saber que aquela era minha realidade e que era necessário passar por isso.

Quarto semestre e já tenho grandes amigos, muita gente me ajudando e me acolhendo, não irei citar nomes para não ter injustiças, quem esteve comigo e me ajudou sabe, e serei eternamente grato, desde o pessoal do trabalho, colegas da faculdade e amigos que aqui fiz.

2 - Os semestres vão passando e aos poucos vou recebendo a visita de familiares e amigos (não foram poucos), é momento de me sentir amado, de agradecer a Deus a oportunidade, de saber que do outro lado tem muita gente confiando em mim, já me sinto um quase goiano, ÁGUAS QUENTES JÁ CIRCULAM NAS MINHAS VEIAS, já amo e agradeço Caldas Novas.

Aqui faço vário cursos, assisto várias palestras, tudo que se relaciona ao Direito tento absorver, os professores me dão voz, confiam em mim, os meus colegas também. Fiz um curso de Conciliação e Mediação Judicial pelo CNJ, é um grande momento, meu currículo agradece.

Agora começo a pensar na OAB, no tão famoso exame de ordem, a estudar a banca, de rever provas, pegar dicas, no oitavo semestre decido ir fazendo a prova de maneira a me habituar, a primeira prova não vou bem, no nono semestre volto a fazer a prova e a surpresa é boa, aprovado na primeira fase, na segunda fase porém não me dediquei o quanto necessário, por vários motivos, como:  trabalho, faculdade, TCC, casa e ainda uma segunda fase. Não consegui, foi um momento difícil, mas parei e apenas agradeci a Deus a oportunidade, eu não estava preparado, foi de grande aprendizado.

3 - Formado, com um bom tempo livre volto aos estudos direcionado para OAB, vou de férias para Bahia e retorno uma semana antes de acabar as férias do trabalho, aproveito para estudar manhã, tarde e noite até o dia anterior da prova, faço a prova da primeira fase novamente e consigo a aprovação, é hora de agradecer a Deus.

É momento de dedicação, então todo o tempo disponível/livre que tenho é para dedicar aos estudos do (CEJAS), refiz o curso, dessa vez estudava no mínimo 5 horas por dia, fui seguro para a prova, o caminho eu já sabia, tinha certa experiência, tinha apoio da família e amigos, um professor que também acreditava em mim (Diego Oliveira), estava confiante, não tinha chegado naquele momento por sorte, estava preparado.

Chega o dia da prova e uma surpresa, me deparo com uma prova complicada, uma AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO, confesso que não tinha estudado detalhadamente essa peça, ela só tinha sido aplicada uma única vez em Direito do Trabalho, aquele momento parei, AGRADECI A DEUS A OPORTUNIDADE (quantas pessoas não sonham em ter essa oportunidade?), sabendo que Deus para completar sua obra nos coloca nos caminhos mais difíceis para termos ainda mais fé e darmos valor as nossas conquistas, momento de acreditar que o impossível é possível para Deus, me concentrei e tratei de enfrentar a prova, a minha prova, a minha afirmação, a minha tão sonhada aprovação. 

A espera do resultado foi angustiante, os dias não passavam, aqui escrevo um dia antes do resultado, certo que Deus não faz a obra pela metade, a obra é completa. 

Enfim APROVADO 🙏 10/09/2019

O futuro a Deus pertence, deixo minha vida em suas mãos, tenho minhas metas,  estar perto da família, constituir família, estar ao lado dos amigos, quero poder retribuir e ajudar muita gente, a minha vitória é a vitória da minha família, a vitória dos meus amigos, meus professores desde o fundamental, passado pela faculdade até o cursinho, é a vitória de quem torceu por mim, e só tenho a agradecer a cada um de vocês.

Obrigado meu Deus por tudo, por cada momento, Deus seja sempre louvado 🙏

Augusto Urgente! Mostrando o cotidiano do nosso povo. 

Páginas