Conmebol confirma datas das semis da Libertadores, com revanche de Boca e River - AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Destaque

Conmebol confirma datas das semis da Libertadores, com revanche de Boca e River

O último semifinalista da edição deste ano da Taça Libertadores foi definido nesta quinta-feira (29). Atual campeão do torneio, o River Plate (ARG) confirmou classificação diante do Cerro Porteño (PAR) e agora irá enfrentar o Boca Juniors (ARG), em reedição da final de 2018.

O River avançou ao empatar em 1 a 1 fora de casa, depois de ter vencido por 2 a 0 na ida. Já o rival argentino havia garantido vaga no dia anterior, ao passar pela LDU (EQU). Grêmio e Flamengo estarão do outro lado da chave, após terem eliminado Palmeiras e Internacional, respectivamente.

O clássico argentino irá abrir a nova fase do mata-mata, em 1º de outubro, na casa do River. No noite seguinte, o Grêmio receberá o Flamengo em Porto Alegre. Já no dia 22 do mesmo mês, será a vez do Boca jogar sob seus domínios. No dia 23, o Fla decidirá a vaga no Maracanã.

A priori, a Conmebol prevê que River e Boca façam as partidas em seus respectivos estádios, o que não aconteceu no ano passado, já que o Monumental de Núñez, que deveria ter recebido o jogo da volta das finais, foi vetado após o ônibus xeneize ter sido apedrejado por torcedores rivais na chegada ao local.

Na ocasião, em 24 de novembro, atletas do Boca se negaram a entrar em campo, com alguns deles feridos —caso mais grave do então capitão Pablo Pérez, que teve o olho atingido por estilhaços de vidro. A partida foi adiada e, posteriormente, suspensa, já que o Boca manteve a posição de não jogar em Núñez.

O imbróglio foi parcialmente resolvido quando a Conmebol decidiu organizar a partida derradeira em campo neutro. Após candidaturas de diferentes países para receber o superclássico, o Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, acabou sendo escolhido para receber a finalíssima, em 9 de dezembro.

Na Espanha, os rivais —que haviam empatado em 2 a 2 na ida, em La Bombonera, com torcida única— tiveram de levar a disputa do título para a prorrogação após empate em 1 a 1 no tempo normal —Quintero e Martínez marcaram para o River, que acabou vencendo por 3 a 1, sob olhares de torcedores de ambos os times.

Motivada pela confusão em 2018 e por interesses comerciais, a Conmebol decidiu que o título será disputado em partida única a partir desta temporada, igualando a competição sul-americana à Liga dos Campeões da Europa neste quesito —em 2019, Santiago, no Chile, receberá a final, em 23 de novembro. BN

Páginas