Para Bolsonaro, se decreto de armas for inconstitucional tem que deixar de existir - AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Destaque

Para Bolsonaro, se decreto de armas for inconstitucional tem que deixar de existir

Após a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber, estabelecer um prazo de cinco dias para o governo apresentar mais explicações sobre o decreto que flexibiliza o porte e a posse de armas, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que, "se for inconstitucional, [o decreto] tem que deixar de existir".

"Teremos um bom embate no tocante a isso [decreto das armas], pode ter certeza. Não estamos fazendo nada mais do que o povo quis em 2005. E estamos dentro do limite da lei. Se for inconstitucional, tem que deixar de existir. Quem vai dar a palavra final é o plenário da Câmara ou a justiça", falou o presidente após cerimônia de lançamento da pedra fundamental da construção da segunda ponte entre Brasil e Paraguai, nesta sexta-feira (10).
Fonte: Bahia Notícias.

Páginas