Corintianos falam em evoluir após classificação sofrida contra o Santos - AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Destaque

Corintianos falam em evoluir após classificação sofrida contra o Santos

Corintianos falam em evoluir após classificação sofrida contra o Santos

Após eliminar o Santos nos pênaltis hoje, no Pacaembu, e garantir vaga na final do Campeonato Paulista, diante do São Paulo, os corintianos deixaram o campo destacando mais uma classificação sofredora do Corinthians. Cássio e Fagner, principalmente, admitiram que o time precisa evoluir depois de ver o Santos sufocar o Timão no "tempo normal" e vencer por 1 a 0.

"Acredito que temos que melhorar bastante nesse sentido e agora é comemorar porque corintiano sabe que é sofrido, assim matamos todo mundo em casa. Tem a mística do corintiano que tem que ser sofredor, mas queremos evoluir. Temos a semana cheia para trabalhar, evoluir, sabemos que vai ser difícil", afirmou Fagner.

"Sem dúvida, não é por acaso que chegou na final. Temos que comemorar, foi sofrido, mas amanhã precisamos começar a pensar em uma equipe que se reestruturou para chegar na final. É pensar em fazermos dois grandes jogos (contra o São Paulo)", completou.

O goleiro Cássio destacou a eficiência de seus companheiros na decisão por pênaltis após um jogo sofrido nos 90 minutos. O camisa 12, o melhor em campo e que evitou a eliminação do Corinthians no "tempo normal", ainda lembrou que não pegou nenhuma pênalti desta vez.

Isso porque os pênaltis desperdiçados do Santos -por Kaio Jorge e Victor Ferraz- bateram na trave.

"Hoje não peguei nenhum pênalti, mas tá bom. Hoje é total mérito dos que bateram, estavam concentrados. Tiveram concentração, qualidade. Jogar um jogo intenso e nos pênaltis bater com qualidade... Não que quando defendo o mérito é meu, mas houve tranquilidade para bater com qualidade e firmeza", disse Cássio.

"Não (tocou na bola em chute de Victor Ferraz), honestamente não toquei nela. Hoje é um dia especial para mim e conseguimos chegar a mais uma final, gostaria de dedicar essa vitória para a minha advogada que passou por um procedimento cirúrgico", concluiu. BN

Páginas