Árbitro da Fifa pede auxílio do VAR em jogo sem a tecnologia - AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Destaque

Árbitro da Fifa pede auxílio do VAR em jogo sem a tecnologia

Árbitro da Fifa pede auxílio do VAR em jogo sem a tecnologia

O árbitro da Fifa Wilmar Roldán protagonizou uma cena curiosa durante o jogo entre Bucaramanga e Santa Fé, no último domingo (7), pelo Campeonato Colombiano. Após anular um gol do Bucaramanga, o juiz pediu o auxílio do árbitro de vídeo (VAR, em inglês). O detalhe é que a tecnologia não é utilizada na competição.

Por volta dos 33 minutos do segundo tempo, Roldán invalidou, por impedimento, o gol marcado por Maximiliano Nuñez. Só que o jogador do Bucaramanga não estava em posição irregular. A decisão gerou uma confusão e muitas reclamações. O arbitro da Fifa fez o gesto com as mãos fazendo o sinal do vídeo por duas vezes. Na primeira, ele foi mais comedido, mas a segunda vez foi de forma clara. No entanto, o juiz só deve fazer esse sinal quando é chamado pela equipe do VAR. Ao perceber que o jogo não tinha o equipamento tecnológico, Roldán voltou atrás da sua decisão e confirmou o gol. O Bucaramanga venceu a partida por 2 a 1.

Vale lembrar que Wilmar Roldán já ignorou o VAR quando poderia recorrer ao equipamento. Durante a Copa do Mundo de 2018, no jogo entre Egito e Arábia Saudita, ele marcou um pênalti de Ali Gabr em Fahad. Mesmo sendo avisado pelo árbitro de vídeo que o lance não era para penalidade máxima, ele manteve sua decisão e confirmou a cobrança. BN

Páginas