Destaques

recent

Jacobina: 24ª CIPM prende acusado de esfaquear ex-mulher em Lages do Batata

Na tarde de sexta-feira, 1° de fevereiro, policiais militares da Ronda Maria da Penha foram solicitados pelo Dr. Marley, Juiz da Vara Crime, para cumprimento de Mandado de Prisão em desfavor de um indivíduo de 44 anos, residente no Distrito de Lages do Batata, município de Jacobina. 

Após ter sido liberado em Audiência de Custódia, por ter praticado violência doméstica contra sua ex-companheira e ter sido notificado da Medida Protetiva de Urgência, o acusado foi até a residência da mesma e desferiu 10 golpes de faca. À época, a vítima foi socorrida para Salvador e, nesta sexta-feira, quando recebeu alta e retornou para casa, se deparou com o indivíduo que novamente a ameaçou de morte.

Devido ao empenho do CRAM (Centro de Referência de Atendimento à Mulher) de Jacobina, que acionou o Ministério Público, conseguindo em tempo hábil um mandado de prisão, os policiais militares realizaram buscas no distrito, logrando êxito e prendendo o agressor. O acusado foi apresentado na Delegacia de Polícia de Jacobina, onde ficou custodiado, à disposição da Justiça.

“A nossa atuação enquanto policial militar é justamente garantir a segurança da população. Parabenizo aos policiais militares e a todos os órgãos participantes que, trabalhando em rede, obtiveram êxito nesta prisão, evitando assim um provável crime de feminicídio", disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

Por Vitor Costa - Subtenente PM | Chefe do Setor de Comunicação Social | Porta Voz do Comando
Jacobina: 24ª CIPM prende acusado de esfaquear ex-mulher em Lages do Batata Jacobina: 24ª CIPM prende acusado de esfaquear ex-mulher em Lages do Batata Reviewed by Augusto Urgente on 2.2.19 Rating: 5

Nenhum comentário

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Augusto Urgente, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.