recent

Ladrões se irritam com choro de bebê durante assalto e matam a mãe da criança

Um crime bárbaro foi registrado em Aparecida de Goiânia (GO) na madrugada desta quinta-feira (4). Durante um assalto a uma residência, os bandidos teriam ficado irritados com o choro de um bebê e mataram a tiros a mãe dele, a empresária Shirley Gonçalves da Silva, de 37 anos. O caso é investigado pelo Grupo de Investigações de Homicídios (GIH). Ninguém foi preso.

Segundo o G1, o crime ocorreu na casa onde a vítima morava, na frente dos filhos dela e do marido. Parentes relataram que a família havia saído para jantar e, ao chegar em casa, no Setor Buriti Sereno, foi surpreendida pelos dois assaltantes, que já estavam no interior do imóvel.

Os suspeitos teriam pedido a chave do cofre para Shirley, quando o caçula dela começou a chorar. Irritados, os ladrões disparam contra a mulher e fugiram em seguida levando o dinheiro. Relatos de testemunhas indicam que a vítima, dona de um restaurante na capital, tinha em casa cerca de R$ 7 mil, para o pagamento de funcionários.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia e, segundo o órgão, foi liberado para a família por volta das 7h desta quinta-feira (4/10). Ela deve ser enterrada ainda hoje.

A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio, que é o assalto seguido de morte. Eles investigam se os bandidos tinham acesso a informações privilegiadas sobre a empresária, já que sabiam da existência de um cofre no local. Os detalhes da investigação são mantidos em sigilo para não atrapalhar a elucidação do caso.

Com informações da Metrópoles
Ladrões se irritam com choro de bebê durante assalto e matam a mãe da criança Ladrões se irritam com choro de bebê durante assalto e matam a mãe da criança Reviewed by Augusto Urgente on 4.10.18 Rating: 5

Nenhum comentário

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Augusto Urgente, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.