recent

Governo gasta R$ 200 mil para fazer palestra em evento mundial de cacau em SP

Governo gasta R$ 200 mil para fazer palestra em evento mundial de cacau em SP

O governo da Bahia vai gastar R$ 200 mil para dividir com os ministros Blairo Maggi (Agricultura) e Edson Duarte (Meio Ambiente) palestras, durante evento Partnership Meeting, da Fundação Mundial do Cacau (WCF), nos dias 24 e 25 de outubro, no Hotel Hilton São Paulo Morumbi, em São Paulo.

Conforme nota da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), da empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural, “não haverá estande”, mas a palestra vai mostrar “as potencialidades da Bahia na produção de cacau e chocolate, e do Turismo”.

“O evento é uma oportunidade de posicionar a Bahia na agenda de sustentabilidade do cacau local e mundial. Destaca-se que Bahia é estado maior produtor de amêndoa de cacau, com a produção de 120 mil toneladas/ano. São 439,6 mil hectares de área plantada, distribuídos em 144 municípios, de seis territórios de identidade. No estado já são produzidas 40 marcas de chocolates”, afirma.

A estimativa do evento é reunir mais de 300 participantes, representando de 33 países: líderes, altos executivos e tomadores de decisão da indústria do cacau e chocolate, varejistas, governos de regiões produtoras, ONGs, institutos de pesquisa, dentre outros.

A participação do governo estadual é uma ação integrada das secretarias de Desenvolvimento Rural (SDR), de Turismo (Setur), da Agricultura (Seagri) e da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). BN
Governo gasta R$ 200 mil para fazer palestra em evento mundial de cacau em SP Governo gasta R$ 200 mil para fazer palestra em evento mundial de cacau em SP Reviewed by Augusto Urgente on 23.10.18 Rating: 5

Nenhum comentário

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Augusto Urgente, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.