recent

Operação conjunta prende acusado de vários homicídios e roubos em Várzea da Roça


Uma Operação Conjunta entre as policiais civis, da 16ª Coorpin, e militares da 91ª CIPM, prendeu, na cidade de Várzea da Roça, Anderson Santos Rodrigues, 20, anos, o Bie. O acusado tinha em seu desfavor um mandado de prisão temporária por acusação de homicídio contra Reinaldo da Paz, morto a tiros na feira livre da cidade da Mairi, em dezembro de 2017.

Segundo o delegado que coordenou a operação, Dr. Jaime Brito, a ação contou com a participação de policiais civis de Jacobina, Mairi, Várzea da Roça e São José, além do apoio da 91ª CIPM. Bie foi preso na casa da mãe, após a polícia ter a informação que no dia anterior ele tinha se acidentado de motocicleta e estava sendo cuidado. Ainda segundo o delegado, no momento do certo policial, outros elementos que estavam na residência conseguiram fugir. A polícia já identificou todos os suspeitos que partiram em fuga.

Conforme o delegado Dr. Zennon de Almeida, que preside os inquéritos, mesmo com a pouca idade, Bie é considerado de alta periculosidade. Ele é investigado em mais dois homicídios e roubos na região de Mairi e Várzea da Roça, sendo apontado como participante e membro de uma associação criminosa. Ainda segundo o delegado, já foi solicitado a conversão da prisão temporária em preventiva. Por medida de segurança, Bie foi transferido para a carceragem da delegacia de Jacobina e, posteriormente, encaminhado para o Complexo Penal de Feira de Santana, onde permanece preso à disposição da Justiça.

Com informações da 16ª Coorpin
Operação conjunta prende acusado de vários homicídios e roubos em Várzea da Roça Operação conjunta prende acusado de vários homicídios e roubos em Várzea da Roça Reviewed by Augusto Urgente on 27.4.18 Rating: 5

Nenhum comentário

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Augusto Urgente, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.