recent

Microempresária de Jacobina sonha ser reconhecida pelo pai que mora em Autazes no Amazonas

A microempresária Michelle Durante Oliveira, 31 anos, proprietária do Restaurante Gaúcha que fica na Avenida Paulo Souto em Jacobina/BA, tem um sonho a realizar.

Michelle que é casada com o petroleiro Théo Rickman, mãe de duas crianças, diz que há 3 anos tenta contato pelas redes sociais com o seu pai biológico, Ivanildo Cascais, que mora em Autazes, no Amazonas.

O avô de Michelle era Marinheiro Mercante e durante uma viagem acabou levando sua filha Tânia Mara Duarte de sua cidade Rio Grande/RS, para o Porto de Belém/PA. Tânia acabou conhecendo Ivanildo Cascais que trabalhava como taxista e desta relação, nasceu a Michelle.

Com a chegada do ano novo de 2018, Michelle decidiu contar sua história, na esperança de que seu pai biológico aceite pelo menos a falar consigo pelo Facebook, já que vem tentando há 3 anos um contato, deixando mensagens e o mesmo não responde.

Michelle que luta diariamente para atender seus clientes, em um restaurante bastante movimentado, que realiza também som ao vivo aos finais de semana, disse ainda que não quer nada além da amizade e do reconhecimento de pai.

"É duro viver assim, vejo meu esposo com tanto carinho com os filhos e quando chega o período de Natal, de festas, lembro que tenho um pai e não posso dar nem um oi pra ele. Ele já aceitou muitos da minha família como amigo no Facebook, menos a mim. Deixo mensagens há 3 anos, ele só ler e não responde. Espero que entenda que não quero nada, sei que ele é um homem lutador, dono de balsas, mas, isso pra mim não significa nada. Estou vencendo também na vida com muita luta, ao lado dos meus filhos e do meu marido" disse Michelle.
Fonte: Augusto Urgente!

Microempresária de Jacobina sonha ser reconhecida pelo pai que mora em Autazes no Amazonas Microempresária de Jacobina sonha ser reconhecida pelo pai que mora em Autazes no Amazonas Reviewed by Augusto Urgente on 29.12.17 Rating: 5