recent

'Forte do Castelo': Ex-senador é preso por desvio R$ 400 milhões em Belém

O ex-senador Duciomar Gomes da Costa (PTB-PA), conhecido como "Dudu", foi preso nesta sexta-feira (1º) por suspeita de comandar uma organização criminosa que teria desviado R$ 400 milhões enquanto ocupava o cargo de prefeito de Belém. 

O político foi alvo da Operação Forte do Castelo, da Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal. 

As investigações apontam que o esquema envolvia ainda pessoas vinculadas ao ex-prefeito - seja profissional ou pessoalmente. 

A Controladoria-Geral da União (CGU) e a Receita Federal também compõem a força-tarefa. A investigação teve origem depois que o MPF solicitou à CGU análise de processos licitatórios da prefeitura de Belém com quatro empresas - hoje investigadas."As fiscalizações constataram indícios de fraude ao caráter competitivo e o direcionamento de licitações para beneficiar as empresas, todas vinculadas ao grupo de pessoas ligadas ao ex-prefeito", explicou a CGU. 
Os R$ 400 milhões desviados têm com relação com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), convênios celebrados com o Ministério do Esporte, além de repasses do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Fundo Nacional de Saúde (FNS). Na operação desta sexta foram cumpridos outros quatro mandados de prisão, cujos alvos não foram divulgados; 14 de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva. As ordens judiciais foram cumpridos em Belém, Brasília e São Paulo. Costa foi senador entre 2003 e 2004, e comandou a capital paraense entre 2005 e 2012. BN
'Forte do Castelo': Ex-senador é preso por desvio R$ 400 milhões em Belém 'Forte do Castelo': Ex-senador é preso por desvio R$ 400 milhões em Belém Reviewed by Augusto Urgente on 1.12.17 Rating: 5