Sobre o Escola sem Partido em Jacobina.

sábado, 4 de novembro de 2017

(04/11/2017). Bom dia, gostaria de fazer uma reflexão sobre o processo histórico que o mundo, o Brasil e Jacobina vive hoje do ponto de vista político religioso. A cada dia determinadas igrejas estão se mobilizando durante o pleitos eleitorais para colocar seus representantes nos poderes estatais (Executivo, Legislativo e Judiciário), muitos chegam ao poder pelo voto conquistado a partir de um processo dialógico onde o sermão não aceita interação ou questionamento, o líder religioso diz a "verdade redentora" e as ovelhas não podem nem devem questionar sobre pena de heresia ou falta de "temor a Deus". 

Alguns líderes espirituais do oriente médio também aplicam a mesma prática das igrejas no Brasil, quando chegam em algumas cidades/tribos/distritos impõe sua "verdade" e deste modo não há debate democrático nem direito ao contraditório em alguns casos até medidas mais extremas são adotadas. Alguns membros do poder Legislativo de Jacobina demonstraram que esse comportamento impositivo e anti-democrático é fruto de um processo sócio histórico perigoso, onde o debate, a abordagem técnica, o respeito ao olhar do outro não interessa, o modus operandis que se utiliza para alcançar seus objetivos mesmo que eivado de vícios não são passivos de críticas, o quê vale mesmo é a certeza de que a "verdade" fruto da interpretação de um texto (seja ele Bíblico ou Legislativo) deve ser entendido pelo rebanho como algo singular, mesmo sem provas ou evidências materiais de determinada afirmação e/ou convicção. 

Deste modo o Projeto Escola Sem Partido, ANTICONSTITUCIONAL não poderia ter sido aprovado de outra forma, sem discussões, sem respeito aos trâmites comuns da matéria, os pseudos "clérigos" e seus servos deram uma demonstração inequívoca de que estão acima da Lei e da Moral, acima do alcance Jurisdicional do STF e acima das recomendações técnicas (não religiosas nem partidárias) do Ministério Público. Portanto, a lição que fica para aqueles que conhecem noções mínimas do Estado de Direito, é a certeza que estamos a cada dia caminhando para uma ditadura civil, verticalizada, onde a Razão e a Ciência estão sendo sequestradas pela Ignorância e o Fundamentalismo.

(Prof. Dayvid Sena)

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP