Papa considera permitir padres casados para resolver problema na Amazônia

sábado, 4 de novembro de 2017

Um tema tabu para a Igreja Católica pode ser discutido no síndico em 2019. O jornal "Il Messaggero" afirmou que o papa Francisco permitiu que seja aberta a discussão sobre a possível suspensão parcial do celibato para os padres para encontrar uma solução para a falta de padres na região amazônica. Segundo O Globo, a proposta teria vindo do cardeal brasileiro Claudio Hummes. 

A imprensa italiana afirmou que os bispos de toda a região amazônica foram convocados para encontrar uma nova estrada para a evangelização. De acordo com o projeto defendido pelo presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia, os homens fiéis casados seriam nomeados a cargos de administração espiritual das suas comunidades. Nos últimos dias, Dom Erwin Krautler, secretário da Comissão Episcopal para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), falou sobre a urgência de lidar com a questão amazônica. Apesar de reconhecer que esse assunto pode ser discutido, Krautler ressalta que não é o ponto principal do sínodo. Em março, o Papa Francisco já havia levantado publicamente a discussão sobre a possibilidade de mudar a disciplina do celibato eclesiástico.
Informações do O Globo 

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP