recent

Jovem branco que fraudou cotas raciais na UFMG cancela matrícula

Em caso que veio à tona em setembro, o jovem Vinicius Loures, 23 anos, que fraudou o sistema de cotas raciais para medicina na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), cancelou a matrícula após 50 dias de aulas. Branco e loiro, ele afirma que se sentia incomodado e preterido desde o início do período letivo. 

"Eu sabia que estava errado, sentia no olhar de pessoas que não me conheciam e não se aproximavam porque eu era o 'manezão' que burlou as cotas, o sem-caráter", afirma ele, que atribui a repercussão do seu caso por ele ser "ex-modelo, loiro do olho azul". 

 Ele se inscreveu no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) antes de anular a matrícula. Vinicius se interessou pela medicina em 2015, após descobrir um tumor no cérebro, durante um check-up realizado após o capotamento de um carro. "Senti uma gratidão muito grande pela médica que me operou. Foi muito louco. Isso me fez querer que as pessoas sentissem isso por mim", disse. Após o início do curso, porém, declarou ter percebido que errou. "De certa forma entendi, porque eu fiz uma coisa erradíssima e isso voltou pesado. Se você é um negro que sofre todas essas situações preconceituosas na sociedade e alguém vai e rouba sua vaga, é algo que, no mínimo, gera raiva”. O jovem também afirmou ter percebido a desigualdade racial após a entrada na faculdade. "Mas a partir do momento que eu comecei a ocupar o espaço de um negro, passei a perceber essa discrepância de forma muito mais nítida”, disse, para completar: 

"Assim, na faculdade, os negros não chegam a 5%; na academia, que nem é dessas 'topzeira', a maioria é branca, as pessoas negras são a faxineira, o segurança". Vinicius relatou que após fechar a matrícula, viu uma catadora de latinhas negra na rua e se questionou se o filho dela teria condições de fazer medicina. "Fiquei me vendo ocupando o lugar de uma pessoa assim, me fez muito mal, mas esse é um peso que eu não tenho mais que carregar".
Bahia Noticias 
Jovem branco que fraudou cotas raciais na UFMG cancela matrícula Jovem branco que fraudou cotas raciais na UFMG cancela matrícula Reviewed by Augusto Urgente on 28.11.17 Rating: 5