recent

'Vi meu filho caído', relata pai de criança indígena morta na porta de casa no sul da Bahia

Foi enterrada nesta terça-feira (25) a criança indígena de 4 anos morta na porta de casa, na noite de domingo (22), em Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia. O pedreiro Lucas Oliveira, pai do menino, que se chamava Samuel David Carvalho de Oliveira, relatou como tudo aconteceu.


"Eu ia sair, e ele pediu para eu o levar. Aí eu peguei uma blusa na cerca aqui do lado e coloquei nele. Daí eu comecei a conversar com dois colegas aqui do lado de fora e, quando olhei para o lado, veio um rapaz e apontou a arma para gente. Quando olhei para o rosto e vi que não conhecia, e o vi com a arma na mão, eu corri, dei as costas e ele começou a atirar. Quando entrei [em casa], lembrei que meu filho estava comigo e, quando voltei, vi meu filho caído aqui do lado", relatou Lucas.

Além da criança, dois adultos, de 21 e 23 anos foram atingidos, mas não correm risco de morte.

"A ordem natural das coisas é o filho enterrar o pai, e hoje em dia está sendo diferente, está sendo ao contrário, pai enterrando filho. Uma criança de 4 anos, que nunca fez mal a ninguém", disse Lucas.

O suspeito de matar a criança, Moisés Maia Santos, que também é indígena, está preso em Eunápolis. Ele foi encontrado pela Polícia Civil na casa do pai nesta terça-feira. Ele é suspeito de envolvimento com tráfico de drogas e roubos. "Ele nega o crime, disse que estava em casa, mas ele foi visto por muitas pessoas e os sobreviventes reconhecem ele como autor do crime. Dizem que Moisés queria se apropriar de umas terras pertencentes a Lucas, mas ainda não sei se essa história é verídica", explicou o delegado que investiga o caso, Bruno Barreto.

Por conta da morte do menino, indígenas de duas aldeias da região fizeram uma manifestação em um trecho da BR-367, na altura do distrito de Coroa Vermelha, de 8h até 20h de segunda-feira (23).

Fonte: G1/Bahia
'Vi meu filho caído', relata pai de criança indígena morta na porta de casa no sul da Bahia 'Vi meu filho caído', relata pai de criança indígena morta na porta de casa no sul da Bahia Reviewed by Augusto Urgente on 25.10.17 Rating: 5