Professora tem caso com aluno de 15 anos de idade e é condenada a prisão por abuso

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

A professora Alice McBrearty, de 23 anos, está no meio de um escândalo em Londres, Reino Unido, após se envolver sexualmente com um aluno de 15 anos. A britânica acabou se encrencando com a Justiça. Depois que os detalhes da relação entre os dois foram descobertos pela polícia, Alice se deu mal: foi sentenciada a 16 meses de prisão por abuso.

Chorando durante toda a audiência, a professora admitiu o caso. Em depoimento, Alice contou que tudo começou quando ela adicionou o garoto, cujo nome não foi revelado por questões legais, nas redes sociais. Em seguida, eles também trocaram telefone.

“Ele se sentiu especial e aceitou os convites da professora. Primeiro ela o levou para o parque e saíram para comer”, atacou o promotor perante o tribunal. O primeiro encontro sexual aconteceu na casa dele um mês depois, em fevereiro. Passaram a se ver — às escondidas — durante os quatro meses seguintes.

Além de beijar e transar com o aluno dentro da sala de aula, eles ainda fizeram sexo na casa dela, dos pais dele e também no carro. Chegou a levá-lo para um hotel Ibis, segundo o Daily Mail. O escândalo veio à tona depois que o pai do garoto foi à polícia para denunciá-la. Viu mensagens comprometedoras enviadas pela professora. Interrogado, o adolescente confirmou as acusações.
Em defesa da professora, a advogada Emma Shafton afirmou que Alice “detestava seu emprego” e que, por conta disso, ela preferia socializar com os estudantes ao invés de conversar com os colegas de profissão. “Ela é de uma família trabalhadora e tem diploma universitário”, destacou.

A juíza Sheelagh Canavan, no entanto, considerou o caso absurdamente desrespeitoso, além de, claro, tratar-se de um aluno menor. "Você deveria mantê-lo seguro e ajudá-lo a tomar as decisões corretas. Em vez disso, você o ajudou a fazer escolhas erradas!", disse a magistrada.

“Você violou a confiança entre o aluno e professor para satisfazer suas necessidades físicas e emocionais”, continuou a magistrada antes de dar o veredicto: 16 meses de cadeia. Alice havia pedido demissão do cargo após as notícias de espalharem. Foi considerada culpada de sete acusações de atividade sexual com menor enquanto numa posição de confiança. Fonte: Oumarizalense

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP