Presidente da Câmara de Correntina e quatro vereadores são presos; grupo pediu propina de R$ 50 mil a prefeito

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) deflagrou nesta quinta-feira (26) uma operação que resultou na prisão de cinco vereadores do município de Correntina, incluindo o presidente da Câmara de Vereadores, Wesley Campos Aguiar, conhecido como Maradona (PV). Segundo o MP-BA, eles teriam cobrado do prefeito da cidade, Maguila (PCdoB) um pagamento de propina no valor de R$ 50 mil em troca da aprovação de projetos de lei. A operação ‘Último Tango’, realizada por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) suspeita que os vereadores formaram uma organização criminosa responsável por fraudar processos licitatórios e contratos no município, além de desviar verbas públicas mediante pagamento de gratificações indevidas a servidores e realizar exigências ilícitas ao prefeito, incluindo o pagamento de propina. Foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, quatro de prisão temporária e três de condução coercitiva expedidos pela Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organizações Criminosas de Salvador.
Fonte: Bahia Notícias. 

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP