Pequenos negócios baianos têm maior taxa de emprego no Nordeste

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Ocupando o quinto lugar no ranking nacional de geração de empregos entre as Micro e Pequenas Empresas (MPE) em setembro, a Bahia também é o Estado nordestino a registrar o maior saldo de empregos entre os pequenos negócios, no mesmo mês. Os dados são de levantamento feito mensalmente pelo Sebrae, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho.

O Estado vem subindo posições do ranking nos últimos meses. Em julho, a Bahia figurava em 26º lugar, passando para a 6ª posição em agosto, e, agora, alcançando a 5ª colocação, com 3.377 empregos gerados. O setor de Serviços foi o que mais contratou entre as MPE baianas em setembro, com um saldo líquido de 1.358 empregos gerados. Em seguida, destacam-se os setores de Construção Civil (1.019) e Comércio (662).

À frente da Bahia estão os Estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.
MPE brasileiras têm mais contratações que demissões

Desde o início do ano, as MPE brasileiras apresentaram número de contratações superior ao de demissões, exceto no mês de março. Entre janeiro e setembro, os pequenos negócios criaram 389 mil novos postos de trabalho, enquanto que as médias e grandes apresentaram saldo negativo de 200 mil.
Acorda Cidade 

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP