Nova procuradora deve reexaminar denúncia contra Temer, diz Gilmar Mendes

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, afirmou nesta segunda-feira (18) que a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, deve reexaminar processos que estão em andamento, como por exemplo a denúncia de organização criminosa e obstrução da Justiça feita contra o presidente Michel Temer.

"Certamente, haverá revisões. Não vou dar opinião sobre isso. Certamente, a procuradora-geral vai fazer uma reanálise de todos os procedimentos que estão à sua disposição, de maneira natural ou provocada, para evitar erros e equívocos que estavam se acumulando", falou Mendes. A declaração foi dada após doar R$ 30 mil à instituição brasiliense de atendimento infantil Casa da Mãe Preta.

Gilmar Mendes revelou ter ficado "deveras impressionado" com o discurso da nova procuradora, empossada na manhã desta segunda. De acordo com o ministro, no discurso, além de assegurar o empenho com agendas como a de defesa dos direitos humanos, Raquel "enfatizou que investigações têm que ser feitas dentro dos devidos marcos legais, do devido processo legal."

O presidente do TSE disse ainda que considera o mandato de Janot ineficiente. "Eu tenho a impressão de que, ao fim e ao cabo, tivemos muitos tumultos, muitos desacertos. Os episódios últimos, envolvendo a delação da JBS, creio que mostram bem isso, umas certas - vamos chamar assim - trapalhadas, umas certas perplexidades, que resultaram em ineficiência do próprio trabalho da PGR [Procuradoria-Geral da República]", defendeu o ministro.

Fonte: Metro1

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP