‘La Fúria para Família’: Banda busca alteração de imagem com músicas ‘sem baixaria’

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

‘La Fúria para Família’: Banda busca alteração de imagem com músicas ‘sem baixaria’Ao longo dos cinco anos de existência, a La Fúria também ficou conhecida no cenário musical baiano pelas suas letras consideras de baixo calão. Versos como “Botou esse shortinho mostrando a poupa da bunda”, “Pepeka tá sentando” e “O peito já tá durão, a bunda empina pra dar” são entoados e acompanhados pelos fãs nos shows. Porém, isso deve mudar. Pelo menos, é o que deseja o vocalista Bruno Magnata. “A banda criou uma identidade totalmente diferente. Começamos com as letras de duplo sentido, o que fez o nosso destaque, mas este ano no Carnaval acertamos com a música ‘Oêêê!!’, que é limpa. Então, pensamos que era a hora de seguir por aí. Chegou ao limite da música baixaria”, iniciou ao Bahia Notícias. Por conta desta ideia, alguns seguidores foram às redes sociais protestar, alegando que eles tirariam as características básicas, fato já entendido pelo cantor. “Temos a consciência de que iremos perder um pouco. Porém, não é que vamos fugir totalmente do ritmo. Vai ser música pra dançar, do mesmo jeito, mas com letras diferentes”, pontuou.

O anúncio da mudança no estilo de composição foi dada por Bruno no seu próprio Facebook, no final de julho deste ano, contudo a transição ainda irá ocorrer. Prova disso é que um show gravado na Concha Acústica de Lauro de Freitas e divulgado no dia 14 de agosto apresentou todos os versos iniciais. “A gente também não pode mudar de vez. A galera ainda contrata com base no som dos projetos anteriores. Este show já estava fechado e o contratante queria aquilo, sabe? Entretanto, não é uma imagem que incomoda não. É só uma questão de procurar novos ares”, reafirmou e ponderou: “Tenho consciência que o público que nos acompanha é por causa da baixaria. Fico pensando, às vezes, se a gente deve mudar, porém queremos que as pessoas escutem em casa. Muita gente vê a La Fúria como algo pra gente solteira, imprópria para alguns públicos”. Como parte deste planejamento, a banda irá lançar o CD “La Fúria para Família”, na próxima semana, com participações de Tayrone e Lincoln Sena, vocalista da banda Duas Medidas. “Vamos trabalhar ainda a música ‘Oêêê!!’ no próximo verão, pois permanece forte. Será tipo a ‘Santinha’ do Léo Santana”.
Neste feriado prolongado, a banda comanda o Baile Black White, nesta quarta-feira (6), ao lado do Parangolé e Papazoni, no Armazém Hall. Já na sexta (8), a festa acontece no QG Balada Bar e contará com participação de Zé Paredão e Hiago Danadinho, ex-integrante do La Fúria. Quanto à saída do adolescente, Magnata foi direto. “Ele tá com projeto solo por decisão minha e do pai dele. Somos sócios. Sempre que o contratante liga para a produtora e pede indicação de outra banda, falamos dele. A ideia é fazer dois produtos, ganhar dois dinheiros. Fica tudo em casa”, apontou aos risos. Talvez, por conta da presença de Hiago, a banda sirva de inspiração para muitos jovens, especialmente de regiões mais periféricas, fato que Bruno trata com tranquilidade: “Costumo dizer que tudo que é proibido o povo gosta mais. Isso é geral”. Ao ser questionado se existe a preocupação com a mensagem emitida para esse público específico, lembra que a mudança no perfil também surge dessa necessidade e faz questão de afastar-se da imagem de incentivador da violência. “A La Fúria no Carnaval foi uma das bandas que arrastou mais gente e quase ninguém divulgou. Quando passou outra banda, morreu uma pessoa e o povo já disse que fomos nós. Essa onda de violência é mentira. Não a incentivamos. A nossa música era só para a novinha sentar e empinar a bunda”. BN

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP