Homenagem a 90 anos de ACM terá missa, livro e sessão na Câmara Municipal

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Homenagem a 90 anos de ACM terá missa, livro e sessão na Câmara MunicipalEm comemoração aos 90 anos de Antônio Carlos Magalhães, que seriam completados nesta segunda-feira (4) caso estivesse vivo, uma série de homenagens será realizada, iniciando com uma missa na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos organizada pelo Instituto ACM. A cerimônia, marcada para as 10h30 desta segunda, terá a participação do Afoxé Filhos de Gandhy, que descerá o Largo do Pelourinho, tocando, em direção à igreja, onde estarão também os cantores Tatau e Márcia Short, além do Coral Ecumênico da Bahia. A missa será aberta ao público. À noite, será realizada uma sessão solene na Câmara Municipal de Salvador (CMS), proposta pelo vereador Alexandre Aleluia (DEM), com a participação de familiares como o prefeito ACM Neto (DEM); o presidente da Rede Bahia, Antonio Carlos Júnior; e a presidente do Parque Social, Rosário Magalhães. “Eu sempre enxerguei a importância de ACM como símbolo de homem público por tudo que ele construiu, por encarnar o orgulho de ser baiano, pela sensação de pertencimento a esta terra. Mas enxergo também que é como se ele ainda estivesse vivo entre nós e na imaginação do povo. Quando visito comunidades para conhecer seus problemas, frequentemente escuto: ‘no tempo de ACM, isso não acontecia’. Por isso, minha ideia é fazer da solenidade uma festa de aniversário”, afirma Aleluia. No próximo dia 14, haverá outro evento: a festa de lançamento do livro “ACM em Cena”, no Espaço Itaú de Cinema (Cine Glauber Rocha), que será publicada pela editora Solisluna. 
A obra reúne 62 crônicas e depoimentos de jornalistas, intelectuais e personalidades como a cantora Maria Bethânia, o publicitário Fernando Barros, o senador cearense Tasso Jereissati (PSDB), o ex-presidente José Sarney (PMDB), o senador Otto Alencar (PSD-BA), o cantor e compositor Ricardo Chaves, a produtora Flora Gil, a presidente das Obras Sociais Irmã Dulce, Maria Rita Lopes Pontes. Familiares também escreveram para o livro: o filho, Antonio Carlos Júnior, o prefeito ACM Neto e seu primo, o empresário Luis Eduardo Magalhães Filho, o Duquinho, sócio-administrador da Rede Bahia. O Instituto ACM cogita também, no mesmo dia, projetar um documentário reunindo depoimentos gravados na última década, mas a exibição ainda não foi confirmada.

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP