Brasil conhece o primeiro empate da era Tite diante da Colômbia

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Nada dura para sempre, nem mesmo os 100% de aproveitamento de Tite. O técnico da Seleção Brasileira percebeu isso nesta terça-feira (5), em Barranquilla. O Brasil até pareceu que iria ganhar o jogo com tranquilidade fora de casa, mas saiu mesmo com um empate em 1x1 – o primeiro tropeço em dez jogos oficiais com o novo treinador.

O comandante certamente foi quem saiu mais insatisfeito do duelo. A seleção atuou com cinco alternativas ao time titular, e algumas não conseguiram manter o nível que a equipe mostrou nos duelos anteriores. A quase um ano da Copa do Mundo, é um bom momento para analisar as opções que levará para a Rússia.
Leia mais abaixo, ou clicando AQUI!
A primeira etapa foi de momentos muito distintos. Nos 20 minutos iniciais, foi equilibrada, com a Colômbia retendo a posse de bola, mas sem criar perigo. A única, aliás, foi do Brasil, e em jogada de bola parada: aos 16, a bola sobrou para Fernandinho após escanteio, que chutou em cima da defesa.

A partir dos 25, a Seleção mudou de postura e passou a trocar passes com mais calma. Daí o jogo mudou completamente a favor do Brasil. Aos 27, quase o gol: Neymar tentou invadir a área e a bola ficou com Roberto Firmino, que chutou cruzado para defesa difícil de Ospina.

Diferentemente da vitória por 2x0 sobre o Equador na quinta-feira (31), Neymar apareceu mais e desequilibrou. Aos 32, em contra-ataque, ele disparou, tirou Arias com facilidade e entrou na área pela ponta esquerda. Sem ângulo, tentou cruzar para Firmino, que chegou atrasado.

O toque genial ficou para os acréscimos, aos 46. Fernandinho acertou um lançamento para Neymar, na ponta esquerda. Com um único toque, o camisa 10 ajeitou para Willian, na entrada da área, que colocou um belo chute, de primeira, no ângulo de Ospina. Golaço.

Deixou assanhar
Tinha tudo para ser um jogo tranquilo, mas o Brasil deixou o adversário se assanhar. Firmino se apresentava pouco, e sem seu centroavante a Seleção deixou de segurar a bola no campo de ataque. Com isso, foi a Colômbia quem passou a trocar passes com facilidade na intermediária nos 20 minutos iniciais.

Aos 10, Arias conseguiu escapar da marcação de Filipe Luís ao tabelar com James Rodríguez e ficou livre para cruzar da direita. O passe foi na testa de Falcao García, que também se livrou facilmente da marcação de Marquinhos e cabeceou primeiro no chão, depois no fundo do gol de Alisson. Um bonito gol.

A Colômbia quase chegou ao empate quatro minutos depois. Em cobrança de falta quase sem ângulo, James Rodríguez chutou rasteiro, surpreendendo a defesa brasileira. A bola tocou na trave e depois no pé de Alisson, que acabou sem querer salvando o gol.

O Brasil parece ter se alarmado com aquilo. Tite tratou logo de mudar a equipe, tirando Firmino e Renato Augusto para a entrada dos titulares Gabriel Jesus e Philippe Coutinho. A Seleção até conseguiu equilibrar a partida, evitar outras chances da Colômbia, mas não criou chances de desempatar.

Nos minutos finais, o cansaço provocado pela sensação térmica de quase 34º C parece ter pesado. Menos mal para os brasileiros, que seguem líderes das Eliminatórias com 37 pontos, sem chances de serem alcançados pela própria Colômbia, nove pontos atrás.
Fonte: Correio 24h.

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP