Porto Seguro: Acusado de matar 'Lady Butterfly' é condenado a 14 anos de prisão

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

O mecânico Luan Santos Gonçalves, acusado de matar o dançarino Daniel José de Oliveira Júnior, conhecido como Lady Butterfly, foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado. A sentença saiu ao final do julgamento, por volta das 21h desta quarta-feira (30), no fórum Osório Borges de Menezes. Conforme o G1, após o julgamento, Luan Gonçalves foi encaminhado ao presídio de Eunápolis, na mesma região, onde já estava custodiado há três anos e nove meses. Daniel Júnior era dançarino da barraca Axé Moi, complexo de lazer local. A vítima se apresentava travestido de mulher. Ele morava sozinho e não deixou filhos. O crime ocorreu em 2013. Antes de ser preso, o acusado tentou fugir, mas foi localizado em Vitória da Conquista. Em depoimento, o acusado alegou que tinha agido por legítima defesa ao contar que o dançarino queria feri-lo. No entanto, laudos periciais e exames de corpo de delito contestaram a versão de Luan. Conforme o delegado Élvio Brandão, responsável por investigar o caso, não havia qualquer indício de legítima defesa, já que Luan não apresentava nenhum ferimento aparente. Ainda segundo a Polícia, o acusado também não prestou socorro.
Informações do G1 

Postar um comentário

  © Augusto Urgente De olho na Notícia! by Augusto Jacobina 2013/2017 - Contato: (74) 9125-2490 / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP