Delegado esclarece polêmica envolvendo supostas mortes de cães em Central/BA

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Foi noticiado na imprensa baiana que um homem identificado por Rubens Nicolau de Lima, o ‘Neguinho’, de 32 anos, é o suspeito de matar mais de 80 animais (cães) no povoado de Tanque Novo, zona rural do município de Central (BA), região de Irecê.

Em entrevista ao Central Notícia, o delegado titular de Central/BA, Heloísio Sandro Lacerda, disse que a informação não procede. ‘Tanto o suposto autor do crime de maus tratos, ‘Neguinho’ , quanto o dono dos cachorros, Ilário Francisco da Silva foram interrogados, onde foi lavrado um termo circunstanciado, que na sequência foi remetido à Justiça’.

O acusado é vaqueiro na Fazenda Carnaúba, que pertence a João Pereira de Almeida. A reportagem teve acesso com exclusividade aos autos do processo. Formalmente, o suspeito disse que atirou em dois cachorros, um, cujo o dono é Ilário e o outro pertencente a Paulo Vínícius Machado Mendes, 37 anos, – também morador da comunidade. O dono da fazenda, João Almeida, falou que no decorrer de um ano, dezenas de animais, entre ovelhas e carneiros, foram atacados e mortos por cães, gerando um prejuízo de aproximadamente R$ 100 mil reais.

De acordo com o delegado Lacerda, Paulo Vinícius, o ‘Paulinho’, registrou um Boletim de Ocorrência em 12 de dezembro de 2016 na Delegacia de Polícia Civil de Central, alegando que Neguinho atirou em seu cachorro e que também já tinha matado vários cães na localidade. Na imprensa foi veiculada uma matéria onde Vinícius disse que foi tratado com desdém pelo delegado. A versão foi negada por Heloísio Sandro, pois no dia que o B.O foi registrado, ele estava em Itaguaçu da Bahia, onde é delegado substituto. ‘ As informações são inverídicas, pois atuo duas vezes por semana em Itaguaçu’. ‘Neste dia eu estava lá’. ‘O registro em Central foi feito pelo escrivão aposentado José Santana’, completou.
Em seu depoimento, Nicolau disse ainda que atirou nos cães para que eles soltassem as ovelhas ensanguentadas, e o intuito não foi matá-los.

A vereadora Ana Rita Tavares (PMB), disse na imprensa que certa vez (Neguinho) amarrou uma cadela no cio e, de cima de uma árvore, ele baleava um a um os animais que se aproximavam. Além disso, a parlamentar disse ser informada que o vaqueiro amarrou duas cadelas em sua moto e saiu arrastando-as na cidade até a morte. Porém, a informação foi desmentida pelo delegado Heloísio Sandro, responsável pelo caso. ‘ Até a presente data, além das certidões de Paulo e Hilário, não consta mais nenhuma outra aqui’. ‘Se tiver mais alguém que foi vítima de Neguinho, procure a delegacia’.

Ainda conforme o delegado, Ilário vai responder pelo crime de danos, pois houve a morte de ovelhas, sendo que Ilário é o responsável pelo cão. ‘E ele vai responder também por desobediência, porque o mesmo foi intimado para prestar depoimento no dia 29 de junho deste ano, mas só compareceu em 05 de julho’, disse. Todos os procedimentos já foram encaminhados à Justiça.

O delegado finalizou dizendo que até agora, o acusado não matou nenhum cachorro. ‘Na delegacia existem dois registros por maus tratos’. ‘ Volto a dizer que a informação sobre a morte de 80 cães é inverídica’. ‘Na próxima quarta-feira, dia 09 de agosto, eu estou fazendo três anos a frente das delegacias de Central e Itaguaçu’. ‘Recebo elogios do Estado, pois o meu trabalho é transparente e dentro da legalidade, (sic), não tenho o que esconder (sic), as portas e janelas estão abertas para atender da melhor forma possível a população’. ‘Não vou aceitar nenhum tipo de fofoca envolvendo o meu nome, pois senão vai responder na Justiça local, concluiu. CN

Postar um comentário

  © AUGUSTO URGENTE DE OLHO AN NOTÍCIA! by Augusto jacobina 2013/2014 - Contatos: (74) 9125-2490 / 8107-1105 / 9935-8985 / / E-mail: cidadedoouro@globomail.com

Back to TOP